Porto Alegre, quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

  • 26/07/2014
  • 08:24
  • Atualização: 12:01

Ao menos 76 corpos retirados de escombros em Gaza

Trégua permitiu envio de água, alimentos e medicamentos à população

Trégua permitiu envio de água, alimentos e medicamentos à população | Foto: Gil Cohen-Magen / AFP / CP

Trégua permitiu envio de água, alimentos e medicamentos à população | Foto: Gil Cohen-Magen / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

Ao menos 76 corpos foram encontrados neste sábado entre os escombros na Faixa de Gaza, segundo um balanço divulgado por equipes de resgate palestinas cinco horas após a entrada em vigor de uma curta trégua humanitária. Os restos mortais foram transferidos a diferentes necrotérios e hospitais, acrescentou a fonte.

Um funcionário israelense citado pelo jornal Haaretz revelou que o cessar-fogo deve permitir o envio de água, alimentos e medicamentos à população na Faixa de Gaza, onde as organizações internacionais poderão entregar ajuda humanitária.

Trégua

O secretário americano de Estado, John Kerry, obteve um cessar-fogo humanitário de doze horas neste sábado na Faixa
de Gaza, após o fracasso em estabelecer uma trégua estável nos combates entre Israel e o movimento radical islâmico Hamas. O Exército israelense e o Hamas confirmaram um cessar-fogo humanitário a partir das 8h local (2h Brasília) na Faixa de Gaza, por um período de 12 horas.

"Israel concordou com um cessar-fogo a partir das 7h de sábado" (01h Horário de Brasília), declarou uma autoridade americana, que acompanha o secretário de Estado John Kerry. O chefe da diplomacia americana deixou nesta sexta o Cairo sem ter conseguido um acordo para um cessar-fogo mais longo entre Israel e o Hamas.

Um dirigente do movimento islâmico palestino Hamas disse nesta sexta-feira à agência de notícias AFP que seu grupo observará um cessar-fogo de 12 horas a partir da manhã deste sábado na Faixa de Gaza. A fonte pediu para não ser identificada.

Balanço

Desde o início do conflito, no dia 8 de julho, a ofensiva israelense causou a morte de quase 850 palestinos, incluindo cerca de 200 crianças, enquanto Israel perdeu 36 soldados. Três civis também morreram em Israel atingidos por foguetes disparados a partir da Faixa de Gaza.





Bookmark and Share