Porto Alegre, domingo, 23 de Novembro de 2014

  • 29/07/2014
  • 14:21
  • Atualização: 15:31

Mais de 100 palestinos são mortos nesta terça em Gaza

Do lado israelense, três civis e 53 soldados morreram nas três semanas de confrontos

Do lado israelense, três civis e 53 soldados morreram nas três semanas de confrontos | Foto: David Buimovitch / AFP / CP

Do lado israelense, três civis e 53 soldados morreram nas três semanas de confrontos | Foto: David Buimovitch / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

Mais de cem corpos foram contabilizados em diferentes necrotérios de Gaza nesta terça-feira depois da violenta ofensiva do exército israelense contra o território, o que eleva para mais de 1.170 o número de palestinos mortos em 22 dias de conflito, segundo fontes locais.

Os disparos da artilharia israelense se intensificaram a partir da noite de segunda-feira, principalmente no campo de Bureij (centro) e Jabaliya (norte). A ofensiva israelense, lançada no dia 8 de julho em resposta a disparos de foguetes do movimento islamita Hamas de Gaza, matou em sua grande maioria civis, incluindo 230 crianças, segundo a Unicef.

Do lado israelense, três civis e 53 soldados morreram nas três semanas de confrontos, o número de baixas militares mais alto desde a guerra contra o Líbano de 2006.

Nesta terça, a única central elétrica da Faixa de Gaza ficou fora de funcionamento após os bombardeios do exército israelense. Foram noticiados grandes incêndios no setor da central (no centro do território palestino), impedindo o acesso dos veículos de auxílio. A usina fornece cerca de 30% do consumo de eletricidade da região.

Além disso, o secretário-geral da Organização para a Libertação da Palestina (OLP) afirmou nesta terça que os principais movimentos palestinos, incluindo o Hamas e a Jihad Islâmica, estão prontos para uma trégua humanitária de 24 horas na Faixa de Gaza.

Confira galeria de fotos:







Bookmark and Share