Correio do Povo

Porto Alegre, 23 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
11ºC
Amanhã
15º 21º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

02/08/2014 14:58 - Atualizado em 02/08/2014 15:02

Quase 300 crianças já morreram devido aos ataques na Faixa de Gaza

Levantamento do Unicef mostra que menores são 30% das vítimas civis na região

Crianças representam 30% das vítimas civis da ofensiva em Gaza<br /><b>Crédito: </b> Mohammed Abed / AFP / CP
Crianças representam 30% das vítimas civis da ofensiva em Gaza
Crédito: Mohammed Abed / AFP / CP
Crianças representam 30% das vítimas civis da ofensiva em Gaza
Crédito: Mohammed Abed / AFP / CP

A ofensiva militar israelense na Faixa de Gaza, iniciada em 8 de julho, provocou a morte de pelo menos 296 crianças e adolescentes palestinos, anunciou o Unicef.

“As crianças representam 30% das vítimas civis”, afirma o Fundo das Nações Unidas para a Infância. “O número de crianças mortas nas últimas 48 horas pode aumentar, após uma série de verificações que estão sendo feitas”, afirma o órgão. Os dados ainda não são definitivos.

Segundo a informação que o Unicef possui atualmente, “entre 8 de julho e 2 de agosto foram registradas as morte de pelo menos de 296 crianças palestinas”. Mais de 1.650 palestinos, em sua ampla maioria civis, morreram em consequência da ofensiva israelense.

O Estado de Israel acusa o movimento islamita palestino Hamas, que controla Gaza, de usar a população como escudo humano.

Ainda que uma solução pacífica para o conflito não esteja próxima – e com o fracasso no cessar-fogo humanitário – Israel autorizou neste sábado os moradores do Norte da Faixa de Gaza a retornarem a suas casas “em total segurança”.

Confira a galeria de fotos do confronto


Mortes e desolação na Faixa de Gaza

Bookmark and Share


Fonte: AFP






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.