Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 04/08/2014
  • 18:20
  • Atualização: 18:31

Rodoviários saem satisfeitos de reunião com a BM na Capital

Polícia se comprometeu a manter abordagens em coletivos depois de mais um ataque de gangue

Motoristas e cobradores da Carris saíram satisfeitos de uma reunião envolvendo comandantes da Brigada Militar | Foto: Samuel Maciel / CP Memória

Motoristas e cobradores da Carris saíram satisfeitos de uma reunião envolvendo comandantes da Brigada Militar | Foto: Samuel Maciel / CP Memória

  • Comentários
  • Bibiana Borba / Rádio Guaíba

Motoristas e cobradores da Carris saíram satisfeitos de uma reunião envolvendo comandantes da Brigada Militar (BM), na tarde desta segunda-feira, após uma série de protestos por mais segurança na zona Leste de Porto Alegre. No encontro, a BM apresentou resultados da operação Ônibus Emergencial realizada no último mês. Segundo dados, 54 pessoas foram presas, sendo sete foragidos da polícia e seis pessoas portando armas de fogo.

Os rodoviários vinham percebendo uma redução do número de assaltos, de acordo com o delegado sindical titular da Carris, Luiz Afonso Martins. “O balanço é espetacular, mas esperamos que o esforço seja mantido, de forma integrada entre todos os batalhões da Brigada”, salientou Martins.

Os trabalhadores promoviam protestos desde junho por descontentamento com o número de ocorrências nas linhas T4, T8, T10, D43 e 343. Eles relataram que, em regiões de divisa entre batalhões na zona Leste, como as avenidas Antônio de Carvalho e Ipiranga, os coletivos ficaram ainda mais suscetíveis a assaltos a mão armada.

Com a presença massiva de viaturas depois da pressão dos rodoviários, o número de ocorrências foi reduzido a zero até o último sábado, quando um grupo de adolescentes assaltou passageiros de um ônibus armados com facas, na linha T4. Segundo Martins, os funcionários perceberam que a ação foi realizada por uma nova gangue na mesma região.

Os rodoviários também se comprometeram a fornecer informações detalhadas aos policiais nas abordagens que, segundo a BM, vão continuar ocorrendo. Uma nova reunião foi marcada para o dia 20 de agosto.

Bookmark and Share