Porto Alegre, sexta-feira, 28 de Novembro de 2014

  • 06/08/2014
  • 00:24
  • Atualização: 00:34

Governo dos EUA suspeita de "novo Snowden" vazando informações

Site que publicou documentos do analista revelou lista de supostos terroristas que teria nova origem

Uma nova fonte estaria vazando informações sobre serviços de Inteligência americanos | Foto: AFP / CP Memória

Uma nova fonte estaria vazando informações sobre serviços de Inteligência americanos | Foto: AFP / CP Memória

  • Comentários
  • AFP

Uma recente matéria exclusiva sobre o funcionamento interno dos serviços de Inteligência americanos "convenceu" funcionários do alto escalão do governo da existência de uma nova fonte, que estaria vazando informações para a imprensa. As suspeitas começaram depois que o site The Intercept, com acesso a documentos do ex-analista de Inteligência Edward Snowden, publicou revelações sobre as bases de dados do governo, com nomes de suspeitos classificados como "terroristas".

A matéria do Intercept foi "obtida de uma fonte da comunidade de Inteligência". O veículo não escondeu que sua fonte anterior era Snowden, sugerindo que a nova exclusiva é fruto de outro vazamento. Citando apenas "funcionários dos Estados Unidos", a rede CNN reportou que as autoridades temem estar enfrentando uma nova fonte de vazamentos de material "classificado" de Inteligência, procedente de suas próprias fileiras.

O documento publicado se intitula "Diretório de Conquistas Estratégicas de Identidades Terroristas 2013" e data de agosto, depois que Snowden deixou o Havaí, onde trabalhava como funcionário terceirizado para a Agência de Segurança Nacional (NSA, na sigla em inglês), antes de fugir para Hong Kong e, depois, para a Rússia. De acordo com a matéria, há pelo menos 680 mil nomes de indivíduos em todo o mundo sob suspeita do governo americano de envolvimento em atividades terroristas.

Desse total, 280 mil não têm "afiliações reconhecidas a grupos terroristas". Outros seriam membros, ou seguidores, de grupos considerados terroristas por Washington, como a rede Al-Qaeda, ou o Hamas. The Intercept é editado pelo jornalista americano Gleen Greenwald, que revelou alguns dos primeiros documentos secretos vazados por Snowden.

Bookmark and Share