Porto Alegre, quarta-feira, 26 de Novembro de 2014

  • 06/08/2014
  • 20:46
  • Atualização: 21:05

Tacógrafo indica que ônibus trafegava acima da velocidade ao atropelar ciclista

Polícia ainda aguarda laudo de segundo atropelamento registrado em Porto Alegre, no mesmo dia

Tacógrafo indica que ônibus trafegava acima da velocidade ao atropelar ciclista | Foto: Samuel Maciel/CP Memória

Tacógrafo indica que ônibus trafegava acima da velocidade ao atropelar ciclista | Foto: Samuel Maciel/CP Memória

  • Comentários
  • Eduardo Paganella/Rádio Guaíba

A Polícia Civil deve concluir, na próxima semana, inquérito sobre a morte de uma ciclista atropelada por ônibus no bairro Menino Deus, em Porto Alegre. O caso ocorreu em 20 março, no corredor da avenida Erico Verissimo. Conforme laudos periciais, Patrícia Silva de Figueiredo, de 21 anos, foi atingida sobre a faixa de segurança por um coletivo da linha Belém Velho, pertencente ao consórcio STS. Após a análise do tacógrafo, os examinadores do Instituto Geral de Perícias apontaram também que o motorista conduzia o veículo com velocidade acima da permitida, como destacou o titular da Delegacia de Trânsito de Porto Alegre, Cristiano Reschke.

“O exame mostrou que ela estava de fones de ouvido sobre a bicicleta e andava em cima da faixa. O veículo estava a 50 km/h em um local que é a velocidade máxima é de 30 km/h. O fato de ela possivelmente estar distraída não tira a culpa do condutor”, salientou o policial.

O delegado informou que o motorista será indiciado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar. Reschke destacou também que ainda não recebeu o laudo de um segundo acidente fatal, também envolvendo ciclista, na mesma data.

Bookmark and Share