Porto Alegre, sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

  • 07/08/2014
  • 12:48
  • Atualização: 12:49

Motorista que atropelou ciclista responderá por homicídio culposo

Patrícia Silva de Figueiredo, de 21 anos, morreu vítima do acidente em março

  • Comentários
  • Correio do Povo

O motorista do ônibus que atropelou e matou a ciclista Patrícia Silva de Figueiredo, de 21 anos, em março passado, será indiciado por homicídio culposo (sem intenção de matar). Com mais de 50 páginas, o inquérito, conduzido pelo delegado Cristiano Reschke, responsável pela Delegacia de Homicídios de Trânsito (DHT) de Porto Alegre, será encaminhado na próxima semana à Justiça. No documento está incluído o laudo pericial que aponta uma velocidade de 50 km/h do coletivo em um trecho, cujo limite máximo permitido é de 30 km/h. A aferição foi realizada no tacógrafo do veículo.

O delegado Cristiano Reschke explicou que o motorista do ônibus da linha Belém Velho, do consórcio STS, foi imprudente em dirigia naquela velocidade e também não perceber que a vítima atravessava a faixa de segurança do corredor exclusivo do transporte coletivo da avenida Érico Veríssimo, perto do cruzamento com a avenida Venâncio Aires. “Mesmo uma desatenção também da vítima não exime o condutor”, acrescentou. Ele lembrou que o motorista vai responder o processo em liberdade pelo acidente, ocorrido na manhã do dia 20 de março. Patrícia Silva de Figueiredo, que cursava Pedagogia na Ufrgs, teve óbito no local.

A DHT prossegue ainda com o inquérito em andamento sobre a morte da também ciclista Daíse Duarte Lopes, de 19 anos, atingida por um ônibus no cruzamento da rua Martim Félix Berta com a Seis de Novembro, na tarde do mesmo dia 20 de março. O delegado Cristiano Reschke aguarda, por exemplo, os laudos periciais.


TAGS » Acidente, Polícia