Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 07/08/2014
  • 13:15
  • Atualização: 13:25

Justiça reduz pena de seis réus da Operação Leite Compen$ado

Detidos integravam primeira quadrilha descoberta por envolvimento em fraudes

  • Comentários
  • Gabriel Jacobsen / Rádio Guaíba

A 7ª Câmara Criminal do Tribunal de Justiça do Estado negou, na manhã desta quarta-feira, o pedido de liberdade para seis envolvidos em adulteração de leite com formol. No entanto, os três desembargadores reduziram a pena da quadrilha, que foi descoberta em maio do ano passado e atuava em Ibirubá, no Noroeste gaúcho.

O grupo foi alvo da primeira edição da Operação Leite Compen$ado, deflagrada pelo Ministério Público (MP), e que já teve outras cinco edições desde então. Com a decisão de hoje, cinco detidos permanecem em regime fechado: Alexandre Capoani, foi condenado a pagar 7 anos e 10 meses, João Írio Marx e Angélica Caponi Marx, 8 anos, João Cristiano Pranke Marx, 16 anos e 1 mês, e Daniel Villanova, a 10 anos e 7 meses. O único em regime semi-aberto é Paulo César Chiesa, que deverá cumrprir 1 ano e 8 meses nessa condição.


Bookmark and Share