Porto Alegre, quinta-feira, 27 de Novembro de 2014

  • 07/08/2014
  • 18:37
  • Atualização: 18:47

Argentina terá nova audiência nos EUA no caso contra fundos especulativos

Cerimônia será às 16h desta sexta-feira nos tribunais do sul de Mahanattan

  • Comentários
  • AFP

O juiz federal americano Thomas Griesa convocou uma nova audiência para sexta-feira no litígio entre a Argentina e os fundos especulativos com sentença favorável pela dívida que provocou uma moratória parcial do país, informou a secretaria da corte.

A audiência será às 15h do horário local (16h de Brasília) nos tribunais do sul de Mahanattan e foi convocada pouco
depois de a Argentina ter acionado os Estados Unidos na Corte Internacional de Justiça em Haia, acusando o governo americano de permitir violações à sua soberania e às suas imunidades no caso.

O juiz decidiu a favor dos fundos especulativos para que cobrem 1,33 bilhão de dólares em títulos argentinos em moratória
desde 2001, e exigiu que o pagamento fosse feito simultaneamente ao vencimento da dívida reestruturada por Buenos Aires em 2005 e 2010.

Em 30 de julho, a Argentina entrou em moratória parcial por não poder efetuar o pagamento dos juros dos títulos renegociados, já que Griesa mantém bloqueados 539 milhões de dólares enviados pelo governo argentino ao Bank of New York, que repassaria o dinheiro aos credores.

Em meio à disputa judicial cada vez mais complexa, o governo da presidente Cristina Kirchner acionou os EUA na Corte de Haia em razão das "decisões judiciais dos Estados Unidos relacionadas à reestruturação de sua dívida soberana".

A Argentina alertou que recorreria ao tribunal internacional como parte de sua estratégia depois que Griesa se negou a
restabelecer a medida cautelar que a permitisse continuar pagando suas obrigações enquanto negociava o pagamento aos fundos especulativos.

Bookmark and Share