Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 09/08/2014
  • 20:07
  • Atualização: 20:33

Medicamento experimental é administrado em missionário espanhol com Ebola

Padre de 75 anos foi internado em situação gravíssima após retornar da Libéria

Padre de 75 anos foi internado em situação gravíssima após retornar da Libéria | Foto: Inake Gomes/AFP/CP

Padre de 75 anos foi internado em situação gravíssima após retornar da Libéria | Foto: Inake Gomes/AFP/CP

  • Comentários
  • AFP

O medicamento experimental contra o Ebola ZMapp, usado por dois americanos infectados na Libéria, chegou neste sábado a um hospital de Madri, onde será administrado ao missionário espanhol Miguel Pajares, informou o Ministério da Saúde local. A Agência Espanhola de Medicamentos e Produtos Sanitários autorizou, excepcionalmente a importação do medicamento", que chegou à tarde no hospital Carlos III, onde está internado o padre, de 75 anos.

Pajares, muito debilitado, chegou à Espanha na última quinta-feira, em um avião militar, com a freira Juliana Bonoha, também espanhola, que não tem o vírus. O religioso, internado sob fortes medidas de segurança sanitária, pediu que a evolução de seu estado de saúde não seja divulgada.

O ZMapp, produzido por um laboratório privado americano que, até agora, só o havia testado em animais, foi importado para a Espanha "seguindo a legislação, que permite o uso de medicamentos não autorizados por pacientes que tenham doenças que ameacem a sua vida e que não podem ser tratados satisfatoriamente com fármacos autorizados", assinalou o ministério. O remédio, um coquetel composto por três anticorpos capazes de reconhecer as células infectadas pelo vírus e provocar uma resposta do sistema imunológico, foi importado de Genebra.

Bookmark and Share


TAGS » Internacional, Ebola