Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 10/08/2014
  • 16:08
  • Atualização: 16:12

Israel aceita cessar-fogo de 72 horas com os palestinos

Egito tem sido o mediador entre Israel e os palestinos

Conflito já deixou centenas de mortos em Gaza  | Foto: Mahmud Hams / AFP / CP

Conflito já deixou centenas de mortos em Gaza | Foto: Mahmud Hams / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

Israel aceitou neste domingo o cessar-fogo de 72 horas com os palestinos proposto pelo Egito na Faixa de Gaza, indicaram dirigentes israelenses.

"Israel aceitou a proposta de cessar-fogo", declarou um deles por telefone à AFP sem se identificar.

Anteriormente, um dirigente palestino anunciou que um novo cessar-fogo de 72 horas na Faixa de Gaza havia sido acertado entre Israel e os palestinos através da mediação egípcia.

A fonte informou que houve um consenso entre as duas partes de que o Egito vai anunciar oficialmente a hora em que terá início a nova trégua.

No entanto, em seguida, uma fonte israelense informou que Israel estava examinando a proposta de trégua.

"Os dirigentes israelenses estão discutindo", afirmou a fonte que não quis ser identificada quando indagada pela AFP se
Israel havia concluído mesmo um cessar-fogo com os palestinos durante discussões à parte das negociações egípcias, como afirmou a fonte palestina.

O Egito, mediador entre Israel e os palestinos, por sua parte, pediu que o novo cessar-fogo de 72 horas fosse implementado a partir das 21h GMT (18h de Brasília).

"Enquanto a escalada continua na Faixa de Gaza, e dada a necessidade de poupar o sangue de inocentes, o Egito convida a ambas as partes, israelenses e palestinos, a se comprometer com um cessar-fogo 72 horas a efetivar na segunda-feiram 00h01 hora Cairo (21h01 GMT de domingo, 18h de Brasília) e a trabalhar durante este tempo em um cessar-fogo permanente", afirma o ministério egípcio das Relações Exteriores em um comunicado.

Bookmark and Share