Correio do Povo

Porto Alegre, 30 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
14º 21º


Faça sua Busca


Notícias > Política

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

13/08/2014 17:00 - Atualizado em 13/08/2014 17:23

“Brasil perde uma grande liderança com um futuro promissor”, diz Dilma

Presidente cancelou a agenda política dos próximos três dias

Presidente Dilma lamentou morte de Eduardo Campos<br /><b>Crédito: </b> Fábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil / CP
Presidente Dilma lamentou morte de Eduardo Campos
Crédito: Fábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil / CP
Presidente Dilma lamentou morte de Eduardo Campos
Crédito: Fábio Rodrigues Pozzebom / Agência Brasil / CP

A presidente Dilma Rousseff realizou um pronunciamento na tarde desta quarta-feira sobre a morte de Eduardo Campos em um acidente aéreo no final da manhã em Santos, no litoral Paulista. Dilma destacou a trajetória política de Campos e disse que o País perdeu uma liderança política com um futuro promissor.

“Em nome do governo brasileiro, eu gostaria de dar os mais profundos pêsames à família do Eduardo Campos, a sua mãe, a dona Renata, como ele carinhosamente chamava a sua esposa, e aos seus filhos. Eu quero dizer que hoje o Brasil está de luto e sentido com a morte de um jovem político promissor. O Brasil perde uma jovem liderança, com um futuro extremamente promissor pela frente, um homem que poderia galgar os mais altos postos”, disse na abertura de seu discurso.

Dilma lembrou do avô de Eduardo Campos, Miguel Arraes, que faleceu no mesmo dia 13 de agosto há nove anos e disse que o neto havia seguido os passos de Arraes, a quem definiu como uma referência da sua geração.

“O Eduardo Campos, neto de um grande político, um lutador que foi uma referência para a minha geração, Miguel Arraes, que há nove anos faleceu. Eduardo Campos seguiu os seus passos e por duas vezes foi o governador de Pernambuco. Convivi com ele como ministra do presidente Lula e também nas campanhas de 2006 e 2010. Espero que o exemplo do Eduardo Campos para mantê-lo vivo na memória e nos corações dos brasileiros e das brasileiras”, afirmou Dilma, que encerrou prestando condolências às famílias dos outros mortos na tragédia.

Bookmark and Share

Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.