Porto Alegre, sábado, 20 de Dezembro de 2014

  • 13/08/2014
  • 19:49
  • Atualização: 19:50

STF mandar soltar dez acusados de venda ilegal de ingressos da Copa

Entre os beneficiados pela decisão está o franco-argelino Lamine Fofana

  • Comentários
  • Agência Brasil

O ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), determinou nesta quarta-feira a libertação de dez acusados de venda ilegal de ingressos para a Copa do Mundo. Eles foram presos em julho, durante o torneio, por decisão da Justiça do Rio de Janeiro. Entre os beneficiados pela decisão está o franco-argelino Lamine Fofana, suspeito de participar do esquema.

STF manda soltar suspeito de chefiar venda ilegal de ingressos
Polícia prende suspeito de chefiar quadrilha da venda ilegal de ingressos da Copa
Polícia vai pedir prisão preventiva de 12 por venda ilegal de ingressos

Marco Aurélio entendeu que a justificativa da Justiça para decretar a prisão não individualizou a conduta de cada acusado. “Acrescento que a referência ao fato de integrantes do grupo, dentro de delegacia, terem oferecido dinheiro e ingressos de jogos visando corromper policiais não se mostrou individualizada. Então, deixa de atender ao devido processo legal no que inviabiliza a própria defesa”, disse.

Na semana passada, o ministro também concedeu habeas corpus ao diretor da empresa Match, Raymond Whelan, acusado de chefiar esquema de venda ilegal de ingressos. A Match tinha autorização da Federação Internacional de Futebol (Fifa) para comercializar bilhetes do Mundial.

Bookmark and Share