Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 15/08/2014
  • 20:53
  • Atualização: 20:58

Anac vai investigar possível venda de jatinho que levava Eduardo Campos

Agência Nacional de Aviação Civil acionou a Polícia Federal para ajudar

  • Comentários
  • AE

A Agência Nacional de Aviação Civil (Anac) acionou a Polícia Federal para localizar o operador do jatinho que levava o ex-governador Eduardo Campos (PSB-PE) e sua equipe de campanha.

Avião não poderia decolar com gravador de voz desligado, diz Anac
Leia mais sobre Eduardo Campos

Segundo o órgão, o objetivo é verificar informações publicadas pela imprensa de que o avião, um Cessna Aircraft 560XL, foi vendido sem que a transação fosse comunicada às autoridades.

Segundo os registros da agência reguladora, a aeronave pertencia à Cessna Finance Export Corporation, mas era operada pelo grupo usineiro AF Andrade Empreendimentos e Participações, que firmou contrato de arrendamento com a proprietária. A AF, contudo, teria repassado o avião a um novo operador, possivelmente a coordenação de campanha de Campos, devido a dificuldades financeiras.

"A Anac informa que solicitou apoio da Polícia Federal para localização do operador a fim de verificar informações veiculadas pela imprensa sobre eventual venda da aeronave, ainda não comunicada à agência", informou, em nota, a Anac. Nesta sexta-feira, a reportagem do Estado de S. Paulo tentou, sem sucesso, contato com o grupo AF para checar informações sobre a eventual mudança de mãos do jatinho.

A Anac explicou que está contribuindo com o Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes (Cenipa) e com a
PF para as apurações sobre as circunstâncias e as causas do acidente. "Todas as informações levantadas serão
encaminhadas a esses órgãos para compor os processos de investigação", acrescentou a agência.


Bookmark and Share