Porto Alegre, segunda-feira, 20 de Outubro de 2014

  • 15/08/2014
  • 21:56
  • Atualização: 10:24

Radialista Glênio Reis morre aos 86 anos, na Capital

Comunicador descobriu talento de Elis Regina e teve carreira de mais de meio século no rádio

Radialista Glênio Reis morre aos 86 anos, na Capital | Foto: Arquivo Pessoal/CP

Radialista Glênio Reis morre aos 86 anos, na Capital | Foto: Arquivo Pessoal/CP

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

Morreu, na noite desta sexta-feira, o radialista Glênio Reis, de 86 anos. Ele havia se internado na Santa Casa de Porto Alegre e foi vítima de falência múltipla dos órgãos. Ainda não há informações sobre velório e sepultamento do comunicador, que era funcionário da Rádio Gaúcha e cujo último programa foi o "Sem Fronteiras", nos sábados à noite. Ficou famoso, ainda, por tocar gravações de Elis Regina, na década de 1960.

Reis estreou na Rádio Difusora, em 1958, e somou mais de 50 anos de carreira nas ondas do AM e FM do Rio Grande do Sul. Se auto-denominou "disc jóquei" e garantia que era diferente da caracterização normal do "DJ", sendo um "orientador musical". Posteriormente, trabalhou na Farroupilha e na TV Piratini, antes de chegar ao Rádio Gaúcha, onde permaneceu até o fim da carreira.



Bookmark and Share


TAGS » Geral, Rádio