Porto Alegre, terça-feira, 21 de Outubro de 2014

  • 17/08/2014
  • 09:16
  • Atualização: 09:24

Transporte hidroviário ganha bilhetagem eletrônica no Sul do Estado

Cerca de 10 mil usuários trocarão dinheiro por cartões recarregáveis

Transporte hidroviário ganha bilhetagem eletrônica no Sul do Estado | Foto: Rádio Guaíba / CP

Transporte hidroviário ganha bilhetagem eletrônica no Sul do Estado | Foto: Rádio Guaíba / CP

  • Comentários
  • Rádio Guaíba

A partir desta segunda-feira, o transporte hidroviário de São José do Norte a Rio Grande passa a contar com bilhetagem eletrônica. O sistema será operado na hidroviária de São José do Norte. Com isso, cerca de 10 mil usuários que utilizam o transporte diariamente vão trocar o dinheiro por cartões com crédito recarregável que será integrado com o transporte rodoviário urbano e intermunicipal.

Para utilizar o serviço, basta aproximar o cartão no equipamento validador, instalado na hidroviária. O sistema fará o débito de créditos e a liberação automática da catraca, agilizando o processo de embarque e o tempo da viagem. O novo cartão deve ser retirado na própria hidroviária, gratuitamente. “A implantação da bilhetagem eletrônica é mais do que necessária, além de integrar com o transporte coletivo, os dados são mais seguros e confiáveis, gerando mais transparência e benefício ao sistema”, afirma o superintendente da Metroplan, Oscar Escher.

A novidade acaba também com o transporte clandestino de mercadoria nas embarcações. O eventual bloqueio de cartões extraviados ou roubados também poderá ser efetuado com segurança e rapidez. Outras vantagens são a agilidade no processo de embarque e a recuperação dos créditos anteriores no caso de emissão de segunda via.

Hidroviária Nortense

Os usuários do transporte hidroviário contam também com uma melhor estrutura que deverá agilizar, inclusive, o fluxo de passageiro. A hidroviária, entregue à comunidade na última sexta-feira (15), ganhou nova pintura, um telhado novo, banheiro, sala de espera, atracadouro coberto e um segundo andar. Catracas para a bilhetagem eletrônica foram implantadas no local.

A movimentação diária na hidroviária é de aproximadamente 10 mil passageiros, mas o número deverá aumentar por causa da instalação do novo pólo naval na cidade. O atendimento aos usuários era feito na parte externa, com uma estrutura de contêiner improvisada. A obra foi orçada em R$ 417 mil, custeada pelo município e com aprovação do Instituto do Patrimônio Histórico do Estado do Rio Grande do Sul (Iphae).

Bookmark and Share