Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 17/08/2014
  • 10:00
  • Atualização: 10:33

Missa para Eduardo Campos tem presença de Dilma e Lula

Cerimônia é conduzida por Arcebispo de Recife e Olinda

  • Comentários
  • Correio do Povo e Rádio Guaíba

A presidente Dilma Rousseff chegou por volta das 10h deste domingo ao velório do candidato à Presidência Eduardo Campos, no Recife. Conduzida por batedores, a chefe de Estado, que concorre à reeleição, seguiu para o Palácio do Campo das Princesas onde cumprimentou os familiares de Campos. Ela foi recebida com uma salva de palmas e irá participar de uma missa de corpo presente, que será ministrada pelo Arcebispo de Recife e Olinda, Dom Fernando Saburido.

• Leia mais notícias sobre a morte de Eduardo Campos


Além de Dilma, o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, José Serra, Ideli Salvatti e o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin, estão entre os parlamentares presentes no velório de Eduardo Campos. A viúva Renata Campos foi cumprimentada pela presidente, assim como os filhos do presidenciáveil do PSB. Durante o velório, é possível gritos em homenagem a Campos e salvas de palma.

Ao término da cerimônia, o velório será retomado até as 16h, quando as urnas de Campos e Alexandre Severo e Carlos Augusto Percol serão encaminhadas para os respectivos cemitérios. O caixão com Eduardo Campos fará um breve cortejo até o cemitério de Santo Amaro, região central da cidade, onde será sepultado ao lado de seu avô Miguel Arraes. O enterro está marcado para as 17h.

Cortejo percorre onze bairros


O cortejo com os corpos de Campos, Percol, Severo e Lyra percorreu ruas de onze bairros na capital pernambucana e, mesmo com o mau tempo, foi acompanhado por milhares de pessoas. Muitos esperaram o amanhecer em Recife para participar do velório.

Os outros dois mortos no acidente aéreo da última quarta-feira, o piloto Geraldo Magela Barbosa da Cunha e do co-piloto Marcos Martins seguiram para destinos diferentes. O corpo de Cunha seguiu para Governardo Valadares, em Minas Gerais, enquanto Marcos Martins será velado em Maringá, no Paraná.

Ana Arraes, mães de Eduardo e ministra do Tribunal de Constas da União, demonstrava-se inconsolada no começo do velório. Por diversas vezes, abraçou o caixão aos prontos. Renata Campos, visivelmente abatida, manteve-se serena e foi abraçada pelos filhos diversas vezes. Ela passou toda a madrugada ao lado do corpo do marido. Familiares, amigos, políticos, correligionários também prestaram reverência. Marina Silva, vice de Campos na chapa do PSB à Presidência, ficou alguns instantes ao lado do caixão (coberto pelas bandeiras do Brasil, de Pernambuco e do PSB) e acompanhou os gritos dos pernambucanos.




Bookmark and Share