Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 17/08/2014
  • 19:37
  • Atualização: 20:19

Assaltante que mantinha refém em Igreja no Rio se entrega à polícia

Segundo relatos de testemunhas, vítima foi rendida por um homem que assaltou uma loja próximo a igreja

  • Comentários
  • Agência Brasil

O homem que mantinha o sacristão Eduardo Amaral refém dentro da Igreja Nossa Senhora da Paz, em Ipanema, na zona sul do Rio de Janeiro, entregou-se à polícia. Ele manteve o sacristão refém por mais de três horas no interior do templo. Eduardo passa bem.

Por volta das 16h, o homem assaltou uma drogaria nas proximidades e tentou fugir em um táxi, mas não conseguiu. Tirou no motorista e se refugiou na igreja. A invasão ao templo ocorreu no momento em que era celebrada missa para mais de 500 pessoas. Ele tentou fazer o padre refém, mas o sacristão se ofereceu para ficar no lugar do pároco.

Coordenador de Eucaristia da Nossa Senhora da Paz, Justino Carvalho, explica que a igreja estava cheia, quando foi invadida. "Era momento de homilia, quando o jovem entrou. Foi um grande susto, porque hoje é um dia importante para a paróquia. É assunção de Maria e por isso a presença de tanto fiéis."

A polícia foi acionada e negociou a liberação do refém, como o apoio da família do assaltante, de 29 anos, que foi até o local.

Morador de uma comunidade próxima, o Canta Galo, o assaltante tem esquizofrenia e consumia bebidas alcoólicas com frequência, além de não tomar a medicação adequadamente, segundo a delegada Valéria de Aragão Sádio, que frequenta a igreja e estava na missa no momento do episódio. "Ele tinha uma postura agressiva. A todo momento ficava pedindo garantias para se entregar. A presença da família foi importante para nos ajudar a entender o comportamento dele e lidar com a esquisofrenia."

O parceiro do assaltante está do foragido. A autuação do rapaz foi feita na 14ª Delegacia de Polícia, no Leblon.

Bookmark and Share