Porto Alegre, sexta-feira, 21 de Novembro de 2014

  • 18/08/2014
  • 21:03
  • Atualização: 07:45

Estudo para expansão da Trensurb deve ser entregue até fim do mês

Objetivo é levar transporte até município de Sapiranga, no Vale do Sinos

Segundo a Trensurb, já foram elaborados o relatório de caracterização da área da estudo | Foto: Tarsila Pereira / CP Memória

Segundo a Trensurb, já foram elaborados o relatório de caracterização da área da estudo | Foto: Tarsila Pereira / CP Memória

  • Comentários
  • Correio do Povo

O estudo de expansão da linha da Trensurb até o município de Sapiranga, no Vale do Sinos, deve ser entregue neste mês. Com o prazo inicialmente estabelecido para maio, o novo prazo contratual expira no final de agosto. “A prorrogação se deve a uma questão bastante simples: iniciamos o trabalho de pesquisa de campo e de demanda em novembro. Como dezembro, janeiro e fevereiro são meses atípicos, de férias, tivemos que prorrogar o levantamento até março e abril deste ano, para termos uma amostra mais típica”, explica o superintendente de Desenvolvimento e Expansão da Trensurb, Ernani Fagundes.

Segundo a Trensurb, já foram elaborados o relatório de caracterização da área da estudo, por meio de uma avaliação da situação atual do transporte coletivo que atende à região, além de levantamentos de dados socioeconômicos da população e seus hábitos de deslocamentos; o relatório de estudo de demanda, em que foram realizadas pesquisas de campo nos veículos de transporte coletivo e individual que circulam pela região e em cruzamentos das principais vias; e o relatório de avaliação ambiental. O estudo está sendo realizado pela Oficina Consultores Associados. O valor da contratação é de R$ 1,49 milhões.

Para a entrega do estudo, ainda falta a elaboração do relatório das diretrizes tecnológicas, que avaliará as alternativas de itinerário, localização das estações e definição da tecnologia ideal para ser utilizada. Conforme a prefeita de Sapiranga, Corinha Molling, até o momento o município não foi consultado para o estudo. “Temos algumas opiniões que poderíamos compartilhar”, diz. Para a prefeita, a chegada do trem a Sapiranga é inevitável. “Promovemos duas audiências públicas em 2013 com a Trensurb, quando discutimos a ampliação até o município. Estamos aguardando novas informações sobre o projeto”.

Bookmark and Share