Correio do Povo

Porto Alegre, 18 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
15ºC
Amanhã
17º 26º


Faça sua Busca


Notícias > Polícia

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

19/08/2014 10:10 - Atualizado em 19/08/2014 12:20

Jovem é preso na zona Norte da Capital por pornografia infantil

PF deflagrou ofensiva em 14 estados e Distrito Federal

Homem é preso em Porto Alegre em operação contra pornografia infantil
Crédito: PF / Divulgação / CP

Um jovem de 18 anos foi preso no bairro Humaitá, zona Norte de Porto Alegre, durante operação "Resgate On-Line", deflagrada pela Polícia Federal (PF) na manhã desta terça-feira em 14 estados e no Distrito Federal (DF). A prisão ocorreu durante o cumprimento de dois mandados de busca e apreensão na Capital. O rapaz foi detido em flagrante por armazenamento de imagens com conteúdo pornográfico infantil.

No total, a PF prendeu 12 pessoas e apreendeu centenas de computadores e documentos. Denúncias contra pedofilia podem ser feitas pelo Disque 100. O objetivo da ofensiva é coibir os crimes de difusão de imagens com conteúdo pornográfico, envolvendo crianças e adolescentes, e de armazenamento dessas imagens – crimes previstos no Estatuto da Criança e do Adolescente. (ECA). A Justiça Federal do Pará expediu 42 mandados de busca e apreensão para Amazonas, Bahia, Ceará, Distrito Federal, Espírito Santo, Goiás, Minas Gerais, Pará, Paraíba, Pernambuco, Piauí, Paraná, Rio de Janeiro, Rio Grande do Sul e São Paulo. Participam da operação cerca de 230 agentes.

A operação, realizada pela Superintendência Regional da PF no Pará, é fruto do constante monitoramento que o órgão realiza na internet e nas redes sociais, com o fim de identificar internautas que tenham realizado o armazenamento ou a troca de imagens de crianças e adolescentes com exposição de genitália ou cena de sexo explícito, crimes previstos no Código Penal. Os crimes são punidos com reclusão de três a seis anos, no caso da transmissão, e de um a quatro anos em caso de armazenamento.

Esta é a 7ª operação realizada este ano pela PF para combater a disseminação de pornografia infanto-juvenil com a utilização da internet. A repressão aos crimes de divulgação de pornografia infantil com o uso da internet resultou na instauração de 1.528 inquéritos policiais no ano de 2013, dos quais 100 foram instaurados por auto de prisão em flagrante. No ano de 2014 foram instaurados 400 inquéritos policiais, sendo que 31 por auto de prisão em flagrante.

Bookmark and Share


Fonte: Correio do Povo






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.