Correio do Povo

Porto Alegre, 20 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
18ºC
Amanhã
13º 23º


Faça sua Busca


Notícias > Política

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

19/08/2014 21:49 - Atualizado em 19/08/2014 22:04

Pedro Simon será convidado a disputar o Senado no lugar de Beto

José Ivo Sartori e Marina Silva irão conversar com o ex-governador

Pedro Simon será convidado a disputar o Senado no lugar de Beto<br /><b>Crédito: </b> Paulo Nunes / CP Memória
Pedro Simon será convidado a disputar o Senado no lugar de Beto
Crédito: Paulo Nunes / CP Memória
Pedro Simon será convidado a disputar o Senado no lugar de Beto
Crédito: Paulo Nunes / CP Memória

Sem alternativas para suceder o deputado federal Beto Albuquerque na corrida para o Senado, confirmado como vice de Marina Silva na chapa presidencial, a coligação gaúcha PMDB-PSB vai partir para uma artilharia pesada, tendo Pedro Simon como alvo. O candidato do PMDB ao Palácio Piratini, José Ivo Sartori, e a candidata do PSB à Presidência da República, Marina Silva, receberam a missão de convencer o senador a disputar a reeleição, no lugar de Beto, mesmo contra vontade. Sartori vai procurar Simon pessoalmente para um diálogo e Marina deve telefonar para ele. A principal aposta é na proximidade entre Simon e a ex-ministra e a relação de respeito que os dois mantém.

O secretário-geral do PMDB, João Alberto Machado, prefere não acreditar nas negativas de Simon para o desafio. “Na política, tudo muda em 24 horas e Simon sabe que é o nosso líder maior desde o processo da transição da ditadura para o período democrático. Sartori é uma peça importante nas orientações de campanha e a opinião dele deve pesar para que o senador enxergue que ele é o único que pode enfrentar as candidaturas de Olívio Dutra e Lasier Martins”, analisou.

O PSB  também quer que Simon seja o novo candidato da coligação, descartando uma negativa e apostando no poder de persuasão de Marina Silva sobre o peemedebista. Outros nomes do PMDB, como José Fogaça, Ibsen Pinheiro e Germano Rigotto já foram descartados internamente. Fogaça concorre à Câmara Federal e Ibsen à Assembleia Legislativa. Já Rigotto ficou ofendido ao, mais uma vez, ser preterido nas discussões anteriores para a escolha do candidato ao Senado.

Bookmark and Share


Fonte: Voltaire Porto/Rádio Guaíba






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.