Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 20/08/2014
  • 20:56
  • Atualização: 22:20

PSB confirma Marina Silva como candidata à presidência

Beto Albuquerque concorrerá à vice na nova formação da chapa

Beto Albuquerque concorrerá à vice na nova formação da chapa  | Foto: Sergio Lima / Folhapress / CP

Beto Albuquerque concorrerá à vice na nova formação da chapa | Foto: Sergio Lima / Folhapress / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

O Partido Socialista Brasileiro (PSB) confirmou Marina Silva como candidata à presidência da República, já no início da noite desta quarta-feira, na sede da legenda, em Brasília. O deputado federal gaúcho Beto Albuquerque foi oficializado como candidato a vice. Com isso, ele deixa a corrida por uma vaga no Senado, sem ainda um substituto definido. A nomeação dos dois ocorre uma semana após o acidente aéreo que vitimou o então candidato da sigla, Eduardo Campos, e seis assessores.

O anúncio foi feito após longa reunião, na sede do partido, em Brasília. Segundo Beto, a chapa recebeu aprovação unânime da executiva. Com a decisão, a legenda tem até o próximo sábado para registrar a nova chapa junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE).

Terceira colocada na campanha de 2010, Marina lembrou o desempenho no pleito anterior, quando concorreu pelo PV. “Venho de uma campanha presidencial em 2010, que surpreendeu o país pelo apoio obtido junto a sociedade brasileira, que de forma relevante externou a sua insatisfação com o esgotamento da política tradicional e sua receptividade reinterada em junho de 2013. É uma nova forma de ver o processo de desenvolvimento e a incorporação de novos temas e propostas para o futuro do Brasil. Essa experiência de mobilização social foi fundamental para que pudéssemos unir os ideais da justiça social, da luta pela democracia com a ideia do desenvolvimento sustentável, que corajosamente Eduardo já havia integrado no seu governo”, afirmou. “A base de sustentação para a realização desse programa é o que vamos levar adiante.”

A agora candidata à presidência emocionou-se ao citar Eduardo Campos e pediu para a militância seguir o exemplo do ex-governador de Pernambuco. “Que todos saíamos do trauma da perda de Eduardo, dispostos a nos entendermos para levar adiante a nossa missão. Devemos isso a ele e ao povo brasileiro. Não vamos desistir do Brasil.”

Bookmark and Share