Correio do Povo

Porto Alegre, 1 de Outubro de 2014


Porto Alegre
Agora
16ºC
Amanhã
13º 20º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

21/08/2014 09:35 - Atualizado em 21/08/2014 09:46

Kiev anuncia que tomou dois blindados do exército russo

Em um dos veículos foi encontrada uma série de documentos

Kiev anuncia que tomou dois blindados do exército russo<br /><b>Crédito: </b> Aleksey Chernyshev / AFP / CP
Kiev anuncia que tomou dois blindados do exército russo
Crédito: Aleksey Chernyshev / AFP / CP
Kiev anuncia que tomou dois blindados do exército russo
Crédito: Aleksey Chernyshev / AFP / CP

Kiev afirmou nesta quinta-feira que se apoderou de dois blindados russos durante combates perto do reduto insurgente de Lugansk e de documentos que os vinculam a uma unidade de elite paraquedista, sem apresentar nenhuma prova até o momento. "Nos combates perto de Lugansk, os soldados ucranianos capturaram dois blindados da divisão aerotransportada de Pskov na Rússia.

Em um dos veículos foi encontrada uma série de documentos: carteiras de motorista e documentos militares", afirmou o porta-voz militar ucraniano Andrei Lysenko. "Os funcionários e os veículos pertencem à unidade militar 74268 da primeira companhia de paraquedistas das forças aerotransportadas de Pskov", no nordeste da Rússia, acrescentou. "Entre os objetos encontrados encontra-se a carteira de oficial" de um comandante de pelotão, acrescentou Lysenko, que também disse que os integrantes dos blindados abandonaram seus veículos, sem fornecer mais detalhes.

Se esta informação for confirmada, seria a primeira prova do envolvimento das forças regulares russas no conflito no leste da Ucrânia. Kiev e alguns países ocidentais acusam a Rússia de abastecer os separatistas ucranianos com armas e soldados através de sua fronteira, algo que Moscou sempre desmentiu.

Um líder separatista ucraniano havia anunciado na semana passada a chegada de reforços que incluíam 1,2 mil homens treinados na Rússia e dezenas de blindados, uma informação confirmada pelo presidente ucraniano, Petro Poroshenko, e desmentida por Moscou.

Bookmark and Share


Fonte: AFP






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.