Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 21/08/2014
  • 18:43
  • Atualização: 19:32

Maioria dos taxistas não instalaram máquinas de cartão de crédito

Novo prazo estabelecido pela EPTC termina em 20 dias

Maioria dos taxistas não instalaram máquinas de cartão de crédito | Foto: Samuel Maciel / CP Memória

Maioria dos taxistas não instalaram máquinas de cartão de crédito | Foto: Samuel Maciel / CP Memória

  • Comentários
  • Samuel Vettori / Rádio Guaíba

Acompanhamento da EPTC revela que cerca de mil dos 3.920 táxis de Porto Alegre instalaram máquina para permitir o pagamento com cartão de crédito. Em junho, a empresa pública prorrogou o prazo limite em 90 dias. Com isso, até o dia 10 de setembro, todos os carros terão de contar com o equipamento. A 20 dias do prazo final, 75% ainda não se passaram pela adaptação.

O presidente do Sindicato dos Taxistas de Porto Alegre (Sintáxi) disse que os profissionais estão colocando os aparelhos. Luiz Nozari explicou que a representação é contra a obrigatoriedade porque entende que basta convencer os taxistas da necessidade de oferecer a modalidade.

Nozari disse ainda que o pagamento com cartão é uma tendência. Lembrou, no entanto, que há aplicativos que permitem chamar o táxi e pagar via telefone celular, dispensando inclusive o uso de máquinas. A segurança para quem trabalha é outro argumento favorável à implantação de formas eletrônicas de pagar. Para o presidente, 30% dos usuários preferem pagar o com o cartão.

Segundo a EPTC, a decisão pela prorrogação do prazo, tomada em junho, permite ajustes técnicos no sistema e mais tempo à categoria no processo de implantação dos equipamentos. A medida atende o Decreto 18.593/14, que também regulamenta a lei de monitoramento dos táxis, para futura instalação dos equipamentos de GPS e o chamado “botão de pânico”.

Bookmark and Share