Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 21/08/2014
  • 21:07
  • Atualização: 21:29

Cachorrinha inglesa é clonada em promoção de laboratório coreano

Aos cinco meses, Minnie Winnie apresenta características físicas da Winnie original

Aos cinco meses, Minnie Winnie apresenta características físicas da Winnie original | Foto: David Parker/Soam Biotech/CP

Aos cinco meses, Minnie Winnie apresenta características físicas da Winnie original | Foto: David Parker/Soam Biotech/CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

A britânica Rebecca Smith ganhou, recentemente, a "versão 2.0" do seu animal de estimação. Ela venceu a promoção do laboratório coreano Sooam Biotech e teve seu cachorro, a linguicinha Winnie, clonada. Minnie Winnie chegou depois de cinco meses de exames e quarentena na Coreia do Sul e logo se adaptou à Winnie original, já bem mais velhinha.

Em entrevista ao Metro.co.uk, Rebecca contou que a nova cachorrinha é idêntica à época de filhote da "edição 1.0". "Mas a personalidade das duas é diferente. Winnie é muito calma, gosta de dormir e é difícil de passear. Minnie-Winnie é mais agitada", contou.

Fisicamente, contudo, a semelhança é muito grande, conforme Rebecca. "Ambas têm orelhas grandes para a raça e mamilos desalinhados da mesma forma. Até a calda um pouco torta é igual", relatou.

De acordo com seu site oficial, o laboratório Soam já clonou mais de 400 cães em suas pesquisas. Eles oferecem a criação de cópias genéticas em um processo que custa ao redor dos R$ 300 mil.


Bookmark and Share


TAGS » Ciência, Geral, Animais