Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 22/08/2014
  • 08:32
  • Atualização: 08:38

Setenta jihadistas mortos na Síria em dois dias de combates

Confrontos acontecem nos arredores do aeroporto militar de Tabqa, região controlada pelo EI

  • Comentários
  • AFP

Pelo menos 70 jihadistas do Estado Islâmico (EI) morreram desde quarta-feira em combates com o exército sírio na província setentrional de Raqa, anunciou o Observatório Sírio dos Direitos Humanos (OSDH). Os combates aconteciam nos arredores do aeroporto militar de Tabqa, último reduto do regime do presidente Bashar al-Assad na província de
Raqa, controlada pelo EI.

Os confrontos na região, que começaram em meados de agosto, ficaram mais intensos na terça-feira à noite, após uma ofensiva do EI nos arredores do aeroporto, onde o grupo executou ataques com carros-bomba mas não conseguiu avançar, segundo o OSDH. Vítimas foram atingidas por mísseis do tipo Scud e por minas, afirmou Rami Abdel Rahman, diretor do OSDH.

"O regime começa inclusive a utilizar barris de explosivos", completou, uma estratégia utilizada para bombardear setores rebeldes em Aleppo, ex-capital econômica da Síria devastada pela guerra. O exército sírio enviou reforços na quinta-feira à região de Tabqa. O EI controla amplos setores do norte e do leste da Síria, incluindo a província de Raqa.

Bookmark and Share