Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 22/08/2014
  • 10:32
  • Atualização: 10:53

Quase 2 mil pinguins morreram no Litoral Norte em 2014

Alguns animais foram encontrados com material plástico no estômago

Em 2014, 1,8 mil pinguins foram encontrados mortos no Litoral | Foto: Ceclimar / Divulgação  / CP

Em 2014, 1,8 mil pinguins foram encontrados mortos no Litoral | Foto: Ceclimar / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Vitória Famer / Rádio Guaíba

O número de pinguins encontrados mortos no Litoral Norte gaúcho vem assustando os pesquisadores. Desde 2012, o Centro de Estudos Costeiros, Limnológicos e Marinhos (Ceclimar) monitora sistematicamente a praia de Imbé até o município de Tavares para estudar os padrões de mortalidade dessas aves. Segundo o Ceclimar, em 2012, 1,2 mil pinguins foram encontrados mortos. Em 2013, o número subiu para 1,7 mil e, desde o início deste ano, já foram localizados 1,8 mil.

Segundo o biólogo e vice-presidente do Ceclimar, Ignacio Moreno, os pinguins recebem identificação para que seja evitada a contagem dobrada. Ele explica que há dois fatores que podem ter ampliado o quadro de mortes: a seleção natural e a elevação da quantidade de plásticos no mar, material encontrado no estômago dos pinguins. Além desses fatores, o fenômeno El Niño altera as correntes marítimas e a temperatura dos oceanos. De acordo com Moreno, também estão sendo encontrados muitos pinguins enrolados em linhas de pesca.

A morte de tartarugas é outra preocupação dos pesquisadores. Conforme o biólogo, 90% das tartarugas estão muito magras e as encontradas mortas estão com lixo no estômago. A sugestão das instituições de pesquisa é reduzir o consumo de plásticos que acabam indo para a beira da praia.

Bookmark and Share