Correio do Povo

Porto Alegre, 19 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
22ºC
Amanhã
13º 23º


Faça sua Busca


Notícias > Geral

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

23/08/2014 15:58 - Atualizado em 23/08/2014 16:00

América Latina Logística ampliará terminais ferroviários no RS

Ijuí, Cacequi e Tupanciretã aumentarão as estruturas em 2015

América Latina Logística ampliará terminais ferroviários no RS<br /><b>Crédito: </b> Divulgação / ALL / CP
América Latina Logística ampliará terminais ferroviários no RS
Crédito: Divulgação / ALL / CP
América Latina Logística ampliará terminais ferroviários no RS
Crédito: Divulgação / ALL / CP

A América Latina Logística (ALL), que opera 3,1 mil quilômetros ferroviários no Rio Grande do Sul, irá finalizar no primeiro semestre de 2015 a ampliação de três terminais no Estado. Tupanciretã, Ijuí e Cacequi estão recebendo aporte no valor de R$ 330 milhões da companhia para aumentar a estrutura de carregamento e melhorar o tempo de tráfego. Ao todo, serão 105 vagões a mais descarregando no Porto de Rio Grande. A informação é do gerente da Unidade de Produção no Rio Grande do Sul, Ezequiel Iraeta, que recentemente assumiu o cargo. Ainda para este ano estão previstos investimentos de aproximadamente R$ 800 milhões nas operações ferroviárias no país.

No Rio Grande do Sul, os principais produtos transportados pela empresa são soja, farelo de soja, milho, trigo, combustíveis e contêineres. O Estado corresponde a 10% do total de cargas transportadas anualmente pela companhia. No ano passado, a companhia movimentou mais de 5 milhões de toneladas no Rio Grande do Sul, sendo que, destas, mais de 3 milhões foram exportadas ou importadas por meio do Porto de Rio Grande. Ao todo, no país, a ALL opera 21,3 mil quilômetros de ferrovias. Desde que assumiu a Rede Ferroviária Federal em 1997, a empresa investiu R$ 12 bilhões na malha.

Sobre o transporte de passageiros nos trens, Iraeta diz que a ALL descarta esta possibilidade em função da segurança. “É um processo muito complexo que apresenta riscos e nos impõe mais responsabilidades, independentemente da qualidade do serviço”, observou.


Bookmark and Share

Fonte: Correio do Povo





» Tags:Geral

O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.