Correio do Povo

Porto Alegre, 21 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
14ºC
Amanhã
13º 24º


Faça sua Busca


Notícias > Internacional

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

26/08/2014 20:36 - Atualizado em 26/08/2014 21:16

Em Gaza, água gelada é substituída por escombros

Desafio do balde "diferente" foi proposto por jornalista palestino e visa refletir a situação com o conflito

Desafio do balde de gelo vira balde de escombro<br /><b>Crédito: </b> Reprodução / CP
Desafio do balde de gelo vira balde de escombro
Crédito: Reprodução / CP
Desafio do balde de gelo vira balde de escombro
Crédito: Reprodução / CP

Trocando água gelada por escombros, palestinos e israelenses adaptaram o "Desafio do Balde de Gelo" para a guerra na Faixa de Gaza.

Este "Desafio do Balde de Gelo" tornou-se um fenômeno global graças as redes sociais, e consiste em derramar um balde de água gelada na cabeça ou fazer uma doação, muitas vezes as duas coisas, a uma associação de luta contra a esclerose lateral amiotrófica.

Milhares de pessoas ao redor do mundo, incluindo estrelas pop, bilionários e até ex-presidentes, já foram filmados recebendo um baldo de água sobre a cabeça.

Mas, em Gaza, onde mais de 2.130 palestinos morreram desde o início, em 8 de julho, de uma ofensiva israelense, o desafio ganhou um toque diferente - em parte por razões técnicas.

No território devastado pelos bombardeios israelenses, a água é um bem precioso, e as inúmeras quedas de energia tornam impossível a missão de produzir gelo. Então, um jornalista local, Ayman al-Alul, inventou o "Desafio do Balde de Escombros".

"Procurei um balde de água, mas a água é muito preciosa para ser jogada na cabeça. Então decidi usar os
escombros", disse ele em um vídeo de 2 minutos, postado em seu canal no YouTube.

"Este desafio é lançado a todos aqueles que simpatizam com o povo palestino. Nós não estamos pedindo ajuda
material, queremos solidariedade", disse ele.

Pouco depois, o cantor palestino Mohammed Assaf, vencedor da edição árabe de 2013 do programa de talentos
"American Idol" aceitou o desafio.

A vitória deste jovem de 24 originário de Khan Yunis, no sul da Faixa de Gaza, e que se tornou embaixador da Boa Vontade da Acnur, a agência da ONU para a ajuda aos refugiados palestinos, despertou uma onda de histeria no enclave palestino.



Bookmark and Share

Fonte: AFP






O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.