Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 27/08/2014
  • 20:32
  • Atualização: 20:42

Dois aviões vão auxiliar no resgate de veleiro argentino à deriva no RS

Barco está numa área de clima desfavorável, com ondas de até seis metros de altura

  • Comentários
  • Correio do Povo

Dois aviões de patrulha serão utilizados para a localização e resgate do veleiro argentino “Tunante II”, que está à deriva a aproximadamente 360 quilômetros de Rio Grande. De acordo com a Força Aérea Brasileira (FAB), uma das aeronaves já está operando durante os trabalhos noturnos, enquanto a outra vai decolar durante o dia. Conforme a Marinha, a embarcação tem quatro tripulantes e acionou o Serviço de Busca e Salvamento (Salvamar) por volta das 15h50min dessa terça-feira.

A ajuda foi requisitada através de um familiar dos tripulantes, que telefonou para o Rio Grande do Sul, passando os contatos do barco. Com o número de celular por satélite, foi possível passar orientações e iniciar os procedimentos para o resgate.

O Rebocador de Alto Mar Tritão, da Marinha, foi acionado para prestar socorro. Ele partiu de Itajaí, em Santa Catarina, e se desloca para o local ainda sem previsão de chegada devido às condições ruins do tempo. Um navio que estava próximo também foi acionado. O mercante da Noruega “Selje” já chegou ao local e seguirá no auxilio das buscas até a chegada do rebocador.

As condições climáticas no local são desfavoráveis, com ventos de até 74 quilômetros por hora e ondas de até seis metros de altura, segundo o Centro de Hidrografia da Marinha. O veleiro saiu de Buenos Aires e tinha como destino o Rio de Janeiro.

* Com informações do repórter Hygino Vasconcellos


Bookmark and Share