Correio do Povo

Porto Alegre, 21 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
16ºC
Amanhã
14º 24º


Faça sua Busca


Notícias > Geral > Ciência

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

28/08/2014 00:43 - Atualizado em 28/08/2014 00:50

Nasa pretende testar até 2018 foguete para levar homem a Marte

Modelo SLS teve recursos definidos em mais de US$ 7 bilhões pelo governo dos EUA

Modelo SLS teve recursos definidos em mais de US$ 7 bilhões pelo governo dos EUA<br /><b>Crédito: </b> NASA/MSFC
Modelo SLS teve recursos definidos em mais de US$ 7 bilhões pelo governo dos EUA
Crédito: NASA/MSFC
Modelo SLS teve recursos definidos em mais de US$ 7 bilhões pelo governo dos EUA
Crédito: NASA/MSFC

A Agência Espacial dos Estados Unidos (Nasa) anunciou nesta quarta-feira que pretende lançar um poderoso foguete, conhecido como Space Launch System (SLS), para viagens ao espaço profundo até o fim de 2018. O SLS está em desenvolvimento há três anos e, quando estiver concluído, deverá ser capaz de impulsionar naves para além da órbita terrestre e, eventualmente, mandaar o homem para Marte até 2030.

A Nasa completou a revisão do projeto, o que representa um compromisso formal da agência para esta versão de 70 toneladas métricas do SLS, que custará 7,021 bilhões de dólares entre 2014 e 2018. "O programa está virando realidade, o que significa progresso", disse William Gerstenmaier, administrador associado de Explorações Humanas e da Diretoria de Operações de Missões da Nasa.

"Manteremos as equipes trabalhando para uma data mais ambiciosa para deixá-lo pronto, o que deve acontecer até novembro de 2018", acrescentou. No entanto, o Gabinete Governamental de Contabilidade (GAO) emitiu um relatório no mês passado questionando o plano de recursos para o SLS da agência, dizendo que "poderia ser 400 milhões de dólares a menos do que o programa precisa".

O SLS é o primeiro veículo de lançamento deste tipo da Nasa dos últimos 40 anos e a agência espacial estima que os custos totais para o desenvolvimento das primeiras três variações do SLS será de 12 bilhões de dólares. O foguete "proporciona uma capacidade de ascensão sem precedentes de 130 toneladas métricas (143 toneladas), que permitirá missões maiores em asteroides e Marte", informou a Nasa.


Bookmark and Share

Fonte: AFP





» Tags:Nasa Espaço Marte

O que você deseja fazer?

Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.