Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 28/08/2014
  • 11:23
  • Atualização: 12:07

Incêndio destrói alojamento de instituto penal de Porto Alegre

Cerca de 80 presos atearam fogo a colchões depois de revista em celas

  • Comentários
  • Correio do Povo

Os detentos do Instituto Penal Irmão Miguel Dário, em Porto Alegre, que atearam fogo a colchões na manhã desta quinta-feira serão transferidos. A Justiça deve definir ainda hoje para onde irão os 80 apenados de um total de 169 que estavam envolvidos no tumulto. De acordo com Superintendência de Serviços Penitenciários (Susepe), o alojamento ficou totalmente destruído pelo fogo.

Foram apreendidos pela polícia dentro das celas 44 celulares, duas armas calibre 38 e uma espingarda calibre 28. Além disso, munições, drogas, eletroeletrônicos, chips e canivetes também foram recolhidos. Os apenados atearam fogo a colchões em protesto depois da realização de uma revista geral no presídio, quando as forças de segurança da Brigada Militar já haviam deixado o local.

Segundo a Susepe, a situação foi controlada e não houve feridos. O Grupo de Ações Especiais da Susepe foi acionado para colocar ordem na situação.

Bookmark and Share