Porto Alegre, sábado, 1 de Novembro de 2014

  • 28/08/2014
  • 21:58
  • Atualização: 22:00

PC pede DNA de homem suspeito de ter matado mulheres em Caxias do Sul

Investigação vai analisar se há resquícios do suspeito nos corpos das vítimas

  • Comentários
  • Eduardo Paganella / Rádio Guaíba

A Polícia Civil coletou amostras de sangue de um homem de 24 anos suspeito de ter matado duas mulheres, no fim de julho, e abandonado os corpos na Represa da Maestra, em Caxias do Sul, na Serra. A investigação vai analisar se há resquícios do DNA do suspeito nos corpos das vítimas, Vanessa Gobetti Giordani, de 22 anos, e Rosângela Consoli dos Santos Alves, de 45.

Uma perícia no veículo do suspeito, um Gol, já foi realizada. Conforme o delegado responsável pelo inquérito, Rodrigo Duarte, o homem foi ouvido durante três horas nesta quinta-feira. Ele admitiu ser a pessoa que deixou a casa noturna com as duas mulheres, no entanto, negou envolvimento em uma das mortes e não quis falar sobre a outra vítima.

“Ele afirmou que deixou a casa noturna com uma das vítimas, a Rosângela. Deu carona para a mulher e a deixou no bairro Santa Fé. Depois, ele disse que não viu mais ela. No caso da Vanessa, ele utilizou o direito de não se manifestar. De qualquer forma, temos indícios e testemunhas ligando ele aos dois casos”, salientou Duarte.

O suspeito dos crimes foi preso na última terça-feira, em Francisco Beltrão, no Paraná. Ele alegou que fugiu para a cidade paranaense, pois se assustou ao se ver na mídia como suposto envolvido nos crimes. O delegado Duarte destacou ainda que vai realizar novas oitivas durante a semana. O inquérito deve ser remetido ao Ministério Público nos próximos dias. O suspeito permanece na Penitenciária Industrial de Caxias do Sul.

Bookmark and Share