Porto Alegre, quinta-feira, 23 de Outubro de 2014

  • 29/08/2014
  • 15:26
  • Atualização: 15:31

Novos corredores de ônibus já precisam de consertos

Devido a fissuras na pavimentação da Protásio Alves e da Padre Cacique, obras atrasam ainda mais

Corredor de ônibus na avenida Protásio Alves | Foto: Bibiana Borba / Especial / CP

Corredor de ônibus na avenida Protásio Alves | Foto: Bibiana Borba / Especial / CP

  • Comentários
  • Bibiana Borba/Rádio Guaíba

Depois de ser liberado para o trânsito, um trecho da nova pavimentação de concreto dos corredores de ônibus da avenida Protásio Alves, em Porto Alegre, já precisa de reformas. Os moradores afirmam que enfrentam bloqueios na região próxima à avenida Saturnino de Brito, no bairro Bom Jesus, pela terceira vez. “Não é admissível que uma obra recém concluída precise ser desmanchada. Fizeram correndo para a Copa e só pode ter faltado fiscalização”, reclama o aposentado Arnaldo Dutra. A mesma situação ocorre na avenida Padre Cacique, onde a pista dos coletivos chegou a ser liberada durante o Mundial e, agora, recebe reparos.

A Prefeitura admite que houve problemas no novo piso das duas avenidas, que estão sendo resolvidos às custas das empresas contratadas por licitação, sem ônus ao município. O engenheiro técnico responsável pelas obras de mobilidade urbana, Rogério Baú, diz que foram detectadas fissuras pontuais, devido à movimentação normal das placas no período inicial após a concretagem. No entorno do estádio Beira-Rio, também serão refeitas as muretas laterais do Viaduto Abdias do Nascimento, na avenida Pinheiro Borda, que não passaram no check list determinado pela Prefeitura ao consórcio responsável.

Assim, as duas regiões terão bloqueios no trânsito por mais tempo do que o previsto. A previsão é concluir os reparos no viaduto até a metade de outubro e, até o final do mesmo mês, liberar o corredor de ônibus da Padre Cacique, encerrando as obras nas proximidades do estádio. Já na avenida Protásio Alves, toda a extensão do corredor de ônibus deve ser liberada até fevereiro do ano que vem, conforme o engenheiro.

Bookmark and Share