Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 01/09/2014
  • 12:51
  • Atualização: 13:17

Vacinação contra HPV começa com baixo movimento em Porto Alegre

Meninas com idade entre 11 a 13 anos deverão realizar a imunização no dia 10 de setembro

Movimento é baixo nos postos de saúde no começo da vacinação contra HPV | Foto: Tarsila Pereira

Movimento é baixo nos postos de saúde no começo da vacinação contra HPV | Foto: Tarsila Pereira

  • Comentários
  • Cláudio Isaías / Correio do Povo

No primeiro dia de vacinação contra o HPV, (papiloma vírus humano), um dos principais causadores do câncer de colo de útero, o movimento foi fraco pela manhã nos postos de saúde de Porto Alegre. A chefe do Núcleo de Imunizações da Secretaria Municipal da Saúde, Patrícia Wiederkher, atribuiu a baixa procura ao fato de que muitas meninas com idade entre 11 a 13 anos deverão realizar a imunização no dia 10 de setembro, quando completa seis meses da aplicação da primeira dose. A primeira etapa da vacina contra o HPV foi realizada no dia 10 de março deste ano.

Segundo Patrícia, ainda restam cerca de mil meninas que não realizaram a aplicação da primeira dose e que poderão realizar a aplicação nos postos de saúde. “Meninas que ainda não tomaram a primeira dose também podem procurar os postos de saúde. Para receber a segunda, basta apresentar o cartão de vacinação ou documento de identificação”, explicou. A terceira dose será aplicada cinco anos após a primeira.

O Centro de Saúde Modelo, na rua Jerônimo Ornellas, no bairro Santana, um dos locais mais procurados para imunização na Capital, os funcionários informaram pela manhã que o movimento deverá se intensificar a partir da próxima semana.

De acordo com o Ministério da Saúde, mais de 4,3 milhões de meninas na faixa etária dos 11 a 13 anos receberam a primeira dose em março deste ano. Em 2015, a vacina será oferecida para meninas de 9 a 11 anos e, em 2016, para meninas de 9 anos. O ministério reforça ainda a importância do uso do preservativo como proteção contra as demais doenças sexualmente transmissíveis e da realização do exame conhecido como papanicolau em mulheres a partir dos 25 anos.

O HPV é um vírus transmitido pelo contato por meio de relação sexual. Ele também pode ser transmitido da mãe para o filho no momento do parto. Estimativas da Organização Mundial da Saúde (OMS) indicam que 290 milhões de mulheres em todo o mundo estão infectadas. No Brasil, 685 mil são infectadas a cada ano e 4,8 mil morrem em decorrência do câncer de colo de útero. No Brasil, o Instituto Nacional do Câncer (Inca) estima o surgimento de 15 mil novos casos este ano.

Bookmark and Share


TAGS » Saúde, Geral