Porto Alegre, sexta-feira, 28 de Novembro de 2014

  • 02/09/2014
  • 11:41
  • Atualização: 15:05

Granizo causa destelhamentos no Alto Uruguai

Pelo menos 100 casas foram atingidas pela chuva em Santiago

Salto do Jacuí também registrou queda de granizo | Foto: Geração FM / Divulgação / CP

Salto do Jacuí também registrou queda de granizo | Foto: Geração FM / Divulgação / CP

  • Comentários
  • Correio do Povo

A chuva de granizo, que atingiu cidades do Centro do Estado durante a madrugada, chegou ao Alto Uruguai na manhã desta terça-feira. Além das 100 casas atingidas em Santiago, o município de Ipiranga do Sul também teve residências afetadss pela precipitação.

Em Santiago, o coordenador da Defesa Civil do município, José Fernando Brum, afirmou que 2 mil metros de lonas foram distribuídas às famílias afetadas. O órgão informou que o estoque de lonas será reforçado com novas aquisições para dar cobertura total. O telefone dos bombeiros está congestionado devido ao grande número de chamados.

Conforme a Defesa Civil, 300 famílias foram prejudicadas pela chuva de granizo. As localidades mais atingidas foram Santiago Pompeu, Jardim dos Eucaliptos, Lulu Genro e São Jorge.

Na cidade de Ipiranga do Sul, a chuva de granizo foi registrada às 8h45min nas Linhas Martinelli e Inhanqué. Telhados de propriedades rurais sofreram danos. Segundo uma funcionária da prefeitura, equipes das secretarias de Obras e Agricultura deslocaram-se para as comunidades atingidas levando lonas e telhas, e para fazer um levantamento do montante dos danos.

O município de Getúlio Vargas também registrou precipitação de granizo. Foram cerca de cinco minutos, mas o prefeito Pedro Paulo Prezzotto disse que a prefeitura não tinha recebido pedidos de ajuda. De acordo com a Brigada Militar (BM), a chuva começou calma com pedras pequenas, mas minutos depois o granizo aumentou de tamanho. Segundo o coordenador da Defesa Civil do município de Getúlio Vargas, Maicon Diehl, houve apenas o registro de quebra de telhas em uma casa no bairro Navegantes.

A MetSul Meteorologia alerta que, com a atmosfera instável, condições favoráveis a temporais se instalam no território gaúcho nesta terça. Não se pode afastar o risco de chuva localmente forte, granizo e ocasionais rajadas de vento forte. O risco maior de tempo severo se concentra no Oeste, Centro e Norte do Estado, onde as taxas de instabilidade atmosféricas são as mais altas.

Há risco de chuva forte na região de Porto Alegre na segunda metade do dia à medida que a instabilidade forte deve atuar na Metade Norte e pontos do Leste da tarde para a noite. O tempo firma em grande parte do Rio Grande do Sul durante a quarta-feira, mas amanhã pontos do Leste e Nordeste do Estado ainda poderão ter chuva, sobretudo na primeira metade do dia, com posterior melhora.

No final de semana, outros municípios da região Central do Estado foram atingidos por temporais com vento e granizo. Os moradores ainda tentam recuperar as casas atingidas. A cidade mais prejudicada foi Restinga Seca, que já encaminhou à Defesa Civil um decreto de situação de emergência. Em São Gabriel e Santa Maria, também foram registrados danos a residências.

* Com informações de José Ody
 
Bookmark and Share


TAGS » Clima, Geral, Tempo