Porto Alegre, quarta-feira, 26 de Novembro de 2014

  • 02/09/2014
  • 14:03
  • Atualização: 14:12

Mantega diz que preço da gasolina deve aumentar este ano

Ministro da Fazenda afirmou que o governo não vai deixar de revisar a tabela do Imposto de Renda

Ministro da Fazenda afirmou que o governo não vai deixar de revisar a tabela do Imposto de Renda | Foto: Antônio Cruz / Agência Brasil / CP

Ministro da Fazenda afirmou que o governo não vai deixar de revisar a tabela do Imposto de Renda | Foto: Antônio Cruz / Agência Brasil / CP

  • Comentários
  • AE

O ministro da Fazenda, Guido Mantega, disse nesta terça-feira que este ano deve ocorrer ainda um aumento no preço da gasolina. "No ano passado tivemos dois aumentos de gasolina, então não há uma regra fixa, mas todo ano pode ter um ou dois aumentos de gasolina", disse. O ministro deu a declaração ao chegar à sede da pasta, em Brasília.

Guido Mantega aproveitou ainda para falar sobre a MP 644, que reajusta a tabela do Imposto de Renda para Pessoa Física, anunciada em abril e que caducou. "Vamos resolver isso com alguma nova lei. Vamos verificar, não vamos deixar sem revisão da tabela", disse. Questionado se a solução seria por meio de uma emenda a outra medida provisória, dado que o governo não pode enviar ao Congresso neste ano outra MP com o mesmo assunto, Mantega disse que ainda não está definido. "Ainda não tem definição de como vamos encaminhar isso."

O ministro comentou também o resultado da produção industrial divulgado nesta terça. Segundo ele, o registro de um aumento de 0,7% representa que a economia brasileira não está em recessão.

"A produção industrial veio boa em julho mostrando que no segundo semestre temos uma recuperação da atividade econômica", avaliou. "O que mais cresceu foram bens duráveis e de capital. É um indicador importante de que neste terceiro trimestre teremos um crescimento positivo", reforçou.

Mantega ainda citou o índice de gerentes de compra, do HSBC, que indica o apetite dos gerentes para fazerem compras. Segundo ele, está acima dos 50 pontos e aponta intenção de aumento das atividades. "Outro dado importante que saiu ontem é que o lucro das 271 maiores empresas com capital aberto aumentou 76% no primeiro semestre deste ano em relação ao ano passado e a receita liquida cresceu 11,9% no mesmo período", disse.

Bookmark and Share