Porto Alegre, sábado, 25 de Outubro de 2014

  • 03/09/2014
  • 10:55
  • Atualização: 11:14

Prefeito de Jari deve assinar decreto de emergência devido a granizo

Mais de 50 casas ficaram destelhadas no município do Centro do Estado

  • Comentários
  • Renato Oliveira / Correio do Povo

O prefeito do município de Jari, Pedrolivio Porto Prado, deve assinar nesta quarta-feira um decreto de emergência por conta da chuva de granizo que atingiu a cidade no Centro do Estado nessa terça e destelhou mais de 50 casas. A chuva também destruiu pontilhões e causou prejuízo em lavouras. 

Conforme Porto Prado, o prejuízo estimado é de R$ 300 mil. A Defesa Civil auxilia a cidade na reconstrução de algumas casas e a prefeitura irá distribuir 2 mil folhas de telhas, além de lonas.

Granizo no Alto Uruguai

A chuva de granizo, que atingiu cidades do Centro do Estado durante a madrugada, chegou ao Alto Uruguai. Além das 100 casas atingidas em Santiago, o município de Ipiranga do Sul também teve residências afetadss pela precipitação.

Em Santiago, o coordenador da Defesa Civil do município, José Fernando Brum, afirmou que 2 mil metros de lonas foram distribuídas às famílias afetadas. O órgão informou que o estoque de lonas será reforçado com novas aquisições para dar cobertura total. O telefone dos bombeiros está congestionado devido ao grande número de chamados.

Conforme a Defesa Civil, 300 famílias foram prejudicadas pela chuva de granizo. As localidades mais atingidas foram Santiago Pompeu, Jardim dos Eucaliptos, Lulu Genro e São Jorge.

Na cidade de Ipiranga do Sul, a chuva de granizo foi registrada às 8h45min nas Linhas Martinelli e Inhanqué. Telhados de propriedades rurais sofreram danos. Segundo uma funcionária da prefeitura, equipes das secretarias de Obras e Agricultura deslocaram-se para as comunidades atingidas levando lonas e telhas, e para fazer um levantamento do montante dos danos.

Bookmark and Share


TAGS » Chuva, Granizo, Geral