Porto Alegre, quarta-feira, 22 de Outubro de 2014

  • 03/09/2014
  • 15:58
  • Atualização: 15:59

Jovem assassinado no Paraguai em julho é sepultado em Restinga Seca

Familiares seguem aguardando a liberação do corpo do segundo jovem para realizar enterro na Serra

  • Comentários
  • Ananda Müller/Rádio Guaíba

Foi sepultado na manhã desta quarta-feira, em Restinga Seca, na região Central do Estado, o corpo de Dionatan Cordova Dias, assassinado no Paraguai em 27 de julho. Ele e o amigo Lucas Morini foram mortos a tiros no país vizinho. Os corpos só foram identificados 22 de agosto. Os familiares de ambos foram ao Paraguai na última segunda-feira, sob orientação da Polícia Federal e com o apoio de autoridades paraguaias para realizar os trâmites autorizando o traslado dos corpos ao Brasil.

Lucas e Dionatan saíram da Serra gaúcha em 25 de julho, e o último contato com a família foi feito na noite do dia seguinte. O desaparecimento foi comunicado em seguida à polícia gaúcha. Após reconhecimento através de imagens e confirmação por meio de laudo papiloscópico (comparação entre impressões digitais), as vítimas de homicídio em território paraguaio foram identificadas como sendo os jovens gaúchos desaparecidos. O traslado dos corpos levou mais tempo do que o esperado devido às implicações legais do país vizinho.

As investigações, igualmente, estão a cargo da polícia paraguaia. A Polícia Civil de Bento Gonçalves, no entanto, deve encaminhar à inteligência do Paraguai os dados já averiguados sobre o caso durante o período em que os jovens foram considerados desaparecidos. Ainda não há suspeitas sobre a motivação ou a autoria dos crimes.

Bookmark and Share