Porto Alegre, sexta-feira, 24 de Outubro de 2014

  • 03/09/2014
  • 16:47
  • Atualização: 16:49

Motorista que atropelou jovens na BR 116 é autuado por homicídio culposo

Mulheres morreram após serem lançadas para baixo do viaduto sobre o acesso à ERS 240

  • Comentários
  • Samantha Klein/Rádio Guaíba

 O motorista de 33 anos que atropelou duas jovens na BR 116, em São Leopoldo, na madrugada desta quarta-feira, foi autuado por homicídio culposo – quando não há intenção de matar. 

“Pela falta de atenção e negligência, esse motorista causou a morte das garotas. Ele dirigia a quase 100 km/h num trecho onde a velocidade máxima é de 80km/h”, relatou o delegado plantonista da Delegacia de Pronto Atendimento de São Leopoldo, Sávio Azambuja Espíndola. A 2ª Delegacia de Polícia do município vai investigar o caso.

O condutor do Astra se reservou ao direito de não prestar depoimento, segundo o delegado. O policial solicitou que o nome dele permaneça em sigilo para evitar represálias à família.

O acidente
Após rodopiar na pista e colidir o carro contra as vítimas, que haviam descido de um veículo para sinalizar outro acidente com moto na rodovia, o condutor foi preso em flagrante.

As duas mulheres morreram após serem lançadas para baixo do viaduto da BR 116 sobre o acesso à ERS 240. Ariele Capellari, de 20 anos, morreu no local. Ela era funcionária de um consultório odontológico de Canoas. A outra jovem, ainda não identificada, não resistiu aos ferimentos no hospital.

Bookmark and Share