Porto Alegre, quinta-feira, 18 de Dezembro de 2014

  • 03/09/2014
  • 18:42
  • Atualização: 22:54

Ibope: Dilma sobe três pontos, mas Marina mantém favoritismo no 2º turno

Presidente chega aos 37%, candidata do PSB está com 33% e Aécio soma 15%

Ibope: Dilma sobe três pontos, mas Marina mantém favoritismo no 2º turno  | Foto: Montagem sobre fotos de Facebook / CP

Ibope: Dilma sobe três pontos, mas Marina mantém favoritismo no 2º turno | Foto: Montagem sobre fotos de Facebook / CP

  • Comentários
  • AE

Pesquisa Ibope divulgada nesta quarta-feira mostra uma recuperação da presidente Dilma Rousseff, candidata à reeleição pelo PT, diante de sua principal adversária, Marina Silva (PSB), em uma situação de empate técnico entre as duas. Dilma subiu de 34% para 37% e Marina foi de 29% para 33%. O candidato do PSDB, Aécio Neves, tem 15%, ante 19% na pesquisa anterior, da semana passada.

Datafolha: Disputa pela Presidência se acirra, segundo Datafolha

O pastor Everaldo (PSC) tem 1% dos votos e os outros candidatos, somados, têm 2%. Brancos e nulos são 7%, mesmo patamar anterior, e indecisos baixaram de 8% para 5%. Na pesquisa espontânea, em que não são apresentados os nomes dos candidatos, Dilma aparece com 31% das intenções de voto, seguida de Marina, com 25%, e Aécio, com 11%. Outros somam 1%, brancos e nulos são 9% e não sabem ou não responderam, 23%.

Segundo turno
A pesquisa Ibope também mostrou que a diferença entre as candidatas mais bem colocadas no primeiro turno oscilou de
9 para 7 pontos num eventual segundo turno, da semana passada para cá. Marina tem 46% das intenções de voto contra 39% da candidata do PT.

No levantamento anterior, Marina tinha 45% contra 36% de Dilma. Brancos e nulos oscilaram de 9% para 8% e indecisos caíram de 11% para 6%.

Num outro cenário, em que o candidato do PSDB enfrenta a presidente Dilma, a diferença em favor da petista aumentou de 6 para 13 pontos.

Dilma passou de 41% para 47% e o tucano oscilou de 35% para 34%. Brancos e nulos oscilaram de 12% para 11% e indecisos caíram de 12% para 8%.

A pesquisa Ibope foi realizada entre 31 de agosto e 2 de setembro, por encomenda do jornal O Estado de S. Paulo e da Rede Globo. Foram feitas 2506 entrevistas em 175 municípios de todo o País. A margem de erro máxima é de dois pontos porcentuais para mais ou para menos, em um nível de confiança estimado de 95%. Ou seja, se fossem feitas 100 pesquisas idênticas a esta, 95 deveriam apresentar resultados dentro da margem de erro. A pesquisa foi registrada na Justiça eleitoral com o número BR-00514/2014.

Bookmark and Share