Porto Alegre, sábado, 29 de Novembro de 2014

  • 04/09/2014
  • 23:45
  • Atualização: 00:05

Após terremoto, 34 mineiros ficaram presos e dois se feriram na Bósnia

Tremor a 53 km de Saravejo provocou uma explosão de gás grisu em uma mina de carvão em Zenica

  • Comentários
  • AFP

Trinta e quatro mineiros estão presos e dois ficaram feridos nas galerias de uma mina de carvão em Zenica, região central da Bósnia, após um terremoto que atingiu o país nesta quinta-feira.  

"Dos 56 mineiros que estavam na mina, 22 voltaram à superfície e 34 continuam na zona afetada", declarou Esad Civic, diretor da mina de Raspotocje.  "Conseguimos nos comunicar com eles. Estão bem e têm bastante ar limpo para poder esperar a chegada das equipes de resgate", afirmou Civic.

O epicentro do tremor de magnitude 3,5, registrado às 16h30 (11h30 no horário de Brasília), se situava a 53 km ao noroeste de Sarajevo e provocou uma explosão de grisu (mistura de gás metano com oxigênio) na mina. Várias galerias desmoronaram e as equipes de resgate começaram a abrir caminho até os mineiros soterrados no início na noite, segundo Civic.

Os mineradores se esconderam numa galeria intacta a cerca de 600 metros de profundidade, segundo Mehmed Oruc, representante do sindicato da categoria.  Dois trabalhadores feridos foram hospitalizados em Zenica. O terremoto não causou danos significativos em outras áreas da Bósnia.

Bookmark and Share