Porto Alegre

17ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, quarta-feira, 28 de Junho de 2017

  • 14/05/2017
  • 19:40
  • Atualização: 19:51

Chuva atrapalha e vendas diminuem no Dia das Mães

Data não correspondeu às expectativas da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo

Chuva desestimulou população para sair às compras em Porto Alegre | Foto: Mauro Schaefer / CP Memória

Chuva desestimulou população para sair às compras em Porto Alegre | Foto: Mauro Schaefer / CP Memória

  • Comentários
  • Correio do Povo

As vendas para o Dia das Mães se revelaram uma “decepção”, conforme avaliou o presidente da Associação Gaúcha para Desenvolvimento do Varejo (AGV), Vilson Noer. Segundo ele, a AGV apostou muito na data, que acabou não correspondendo à expectativa. Noer assinalou que as fortes chuvas que atingiram o Rio Grande do Sul no final de semana prejudicaram as vendas.

“Com base nas estatísticas de anos anteriores, 70% das vendas ocorrem na sexta-feira ou no sábado, quando choveu muito no Estado”, reiterou. O dirigente acrescentou que os itens de confecção e calçados, sempre os mais indicados para serem os mais vendidos, foram os mais afetados. Temperaturas baixas incentivam o consumidor a comprar esses artigos, mas no fim de semana, mesmo com bastante chuva o clima seguiu ameno e sem muito frio. “Esses dois segmentos tiveram desempenhos praticamente iguais aos do ano passado”, destacou.

Noer observou ainda que a AGV trabalhava com índices entre 6% e 8% de crescimento em relação a 2016. “O único setor dentro da nossa projeção é de cosméticos e perfumaria, que teve desempenho positivo de 5% a 6%”, ressaltou. De modo geral, Noer analisa o balanço das vendas do Dia das Mães como negativo e abaixo do esperado. “Queríamos vender R$ 402 milhões e não conseguimos”, afirmou.