Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, segunda-feira, 11 de Dezembro de 2017

  • 15/05/2017
  • 11:38

Grécia inicia 2017 em recessão, antes de aprovar novas medidas de austeridade

PIB contraiu 0,1% no primeiro trimestre em comparação com o último de 2016

PIB grego contraiu 0,1% no primeiro trimestre em comparação com o último de 2016 | Foto: Angelos Tzortzinis / AFP / CP

PIB grego contraiu 0,1% no primeiro trimestre em comparação com o último de 2016 | Foto: Angelos Tzortzinis / AFP / CP

  • Comentários
  • AFP

A economia grega encolheu ligeiramente no primeiro trimestre de 2017, após um 2016 sem crescimento, anunciou nesta segunda-feira o instituto de estatísticas Elstat, poucos dias antes de o Parlamento votar novas medidas de austeridade. O PIB contraiu 0,1% no primeiro trimestre em comparação com o último de 2016, e em 0,5% em comparação com o mesmo período de 2016, segundo Elstat.

Os três programas de ajuda que a União Europeia (UE) e o Fundo Monetário Internacional (FMI) concederam à Grécia desde 2010, em troca de cortes significativos, não fizeram com que o país retomasse o crescimento. Espera-se que a economia grega volte a crescer em 2017, mas a Comissão Europeia já revisou para baixo sua previsão, que passou de 2,7% para 2,1%.

O governo grego é ainda menos otimista e prevê um aumento do PIB de 1,8% em seu orçamento para o período 2017-2021, a ser aprovado pelo parlamento até sexta-feira. Na quinta-feira, a Assembleia vai votar uma nova série de medidas de austeridade para que a Grécia possa beneficiar de uma nova parcela de empréstimos internacionais utilizados principalmente para pagar os

empréstimos anteriores.

Atenas deve aplicar em 2019 e 2020 estas medidas, que preveem novos aumentos de impostos e cortes nas pensões no valor de 4,5 bilhões de euros, de acordo com a agência grega ANA.