Porto Alegre

22ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 21 de Outubro de 2017

  • 17/05/2017
  • 11:10
  • Atualização: 11:11

Empresas iniciam obras de infraestrutura dentro do Parque Canoas de Inovação

Prefeitura deve iniciar prolongamento do acesso pela avenida Boqueirão nas próximas semanas

Prolongamento do acesso pela avenida Boqueirão deve iniciar nas próximas semanas | Foto: Fernanda Bassôa / Especial / CP

Prolongamento do acesso pela avenida Boqueirão deve iniciar nas próximas semanas | Foto: Fernanda Bassôa / Especial / CP

  • Comentários
  • Fernanda Bassôa

Três empresas já iniciaram individualmente as obras de infraestrutura dentro do Parque Canoas de Inovação (PCI), um cluster aberto, que tem capacidade para abrigar empresas que se comunicam pela semelhança e coabitam o mesmo espaço, com gestão independente. O PCI está sendo erguido em 550 hectares da Fazenda Guajuviras, próximo do Instituto Penal de Canoas e, de acordo com a Prefeitura, nas próximas semanas deverão se iniciar os serviços junto ao prolongamento do acesso ao parque pela avenida Boqueirão.

O cluster, projetado para receber cerca de 40 companhias ligadas à tecnologia da informação, comunicação, máquinas, logística, biotecnologia e tecnologias naval embarcada e aviônica, teve os trabalhos interrompidos em setembro do ano passado, por atraso em pagamentos por parte da administração anterior. A retomada das obras ocorreu em fevereiro deste ano e na primeira fase do processo pelo menos 25 empresas demonstraram interesse em fazer parte do empreendimento. No entanto, segundo a atual gestão, apenas cinco delas se qualificaram mediante o cumprimento de todas as exigências.

Conforme o secretário de Desenvolvimento Econômico de Canoas, Felipe Martini, um novo Termo de Referência está sendo elaborado para que outras empresas também possam se habilitar. "Existem muitas empresas interessadas no Parque Canoas Inovação. Já está em andamento a Fase 2, com previsão de novo Chamamento Público. Vamos proporcionar um ambiente favorável ao empreendedorismo, possibilitando o desenvolvimento de novas tecnologias," destaca Martini. A expectativa de início das atividades das empresas, cujas obras seguem em andamento, é para 2018.