Porto Alegre

16ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, domingo, 19 de Novembro de 2017

  • 17/07/2017
  • 12:04
  • Atualização: 12:09

FCDL estima que chegada do frio aumente vendas em mais de 50% no Estado

Entidade projeta que vendas no inverno tenha crescimento de até 3% em relação ao ano passado

Entidade projeta que vendas no inverno tenha crescimento de até 3% em relação ao ano passado | Foto: Alina Souza / CP Memória

Entidade projeta que vendas no inverno tenha crescimento de até 3% em relação ao ano passado | Foto: Alina Souza / CP Memória

  • Comentários
  • Guilherme Kepler / Rádio Guaíba

As baixas temperaturas que ingressaram no Rio Grande do Sul nesse final de semana devem influenciar positivamente nas vendas do comércio gaúcho. Segundo o presidente da Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Rio Grande do Sul (FCDL/RS), Vitor Augusto Koch, a comercialização de produtos atrelados ao frio deve ser 50% superior à registrada até agora.

“Nós acreditamos que as vendas nesta segunda quinzena de julho seja superior a 50%, uma vez que todos os lojistas estão com estoque elevado e que até agora não tinha feito frio. Então essa é hora de aproveitar os descontos e os prazos que serão aplicados pelos colegas. Isso vai fazer também que a negociação seja facilitada e que a compra seja extramente vantajosa para o cliente final, o consumidor”, ressalta.

Ainda segundo previsão da FCDL, o inverno deste ano deve ter crescimento entre 1,5% e 3% nas vendas em relação ao ano passado. Os aquecedores e também fogões a lenha estão no topo da lista de preferência dos consumidores no período de inverno.

A entidade também já trabalha com as vendas para o Dia dos Pais. A expectativa da FCDL é de incremento de 3% nas vendas nessa data em comparação a 2016.

Conforme o último levantamento divulgado pelo IBGE, as vendas do comércio ampliado acumularam queda de 0,60% no ano e redução de 5,2% em 12 meses. O setor de tecidos, vestuário e calçados foram as que mais sofreram: queda de 7,8% em maio.


TAGS » Economia, Inverno, Vendas