Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 21 de Outubro de 2017

  • 09/08/2017
  • 10:43
  • Atualização: 11:06

Polícia apreende laboratório de cocaína "em migração" em Canoas

Droga e materiais completos para a preparação da substância para a venda foram apreendidos dentro de um veículo

Droga seria preparada para a venda | Foto: Polícia Civil / Divulgação

Droga seria preparada para a venda | Foto: Polícia Civil / Divulgação

  • Comentários
  • Correio do Povo

A Polícia Civil apreendeu 12 quilos de cocaína pura e materiais para laboratório da droga em um veículo após uma perseguição no bairro Mato Grande, em Canoas. Segundo a investigação, a cocaína pertencia a uma facção criminosa que encapsulava a droga em laboratório para a venda na Região Metropolitana.

Os 12 quilos de cocaína pura renderiam até 30 quilos da droga preparada para a venda, conforme a polícia. A quantidade seria suficiente para a produção de até 60 mil cápsulas.

Além da droga, foram apreendidos uma encapsuladora (iguais as utilizadas em farmácias de manipulação), diversas cápsulas vazias, quatro balanças de precisão e outros objetos utilizados no fracionamento da droga. O veículo, que era clonado, também foi apreendido. 

Segundo o delegado Rafael Pereira, a apreensão acaba com um centro de distribuição e fracionamento de cocaína que abasteceria a Região Metropolitana. O diretor de Investigações do Departamento Estadual de Investigação do Narcotráfico (Denarc), delegado Mario Souza, acrescenta que a ação representa a "apreensão de um laboratório de cocaína em migração". "Por algum motivo a facção decidiu mudar o local da confecção e preparação das drogas e, nesse momento, o Denarc agiu", completa Souza.