Porto Alegre

18ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sábado, 21 de Outubro de 2017

  • 11/08/2017
  • 08:39
  • Atualização: 09:01

Vereador Moisés Barboza e assessor teriam sido vítimas de sequestro em Porto Alegre

Quatro suspeitos foram detidos pela BM na Lomba do Pinheiro

Vereador teria sido sequestrado ao chegar na casa de seu assessor | Foto: Samuel Vettori

Vereador teria sido sequestrado ao chegar na casa de seu assessor | Foto: Samuel Vettori

  • Comentários
  • Jéssica Moraes/Rádio Guaíba

O vereador Moisés Barboza (PSDB), conhecido como Maluco do Bem, e um de seus assessores alegaram que foram resgatados na madrugada dessa sexta-feira após serem vítimas de um sequestro iniciado na noite passada. Quatro suspeitos foram presos em ação da Brigada Militar.

Segundo relato do vereador à TV Record, eles trabalharam na Câmara até as 21h, e Barboza foi levar seu assessor em casa, na zona Sul de Porto Alegre. Quando chegaram ao local, teriam sido abordados por criminosos, que teriam colocado capuzes neles. Em seguida, eles teriam sido colocados no porta-malas do carro e levados para a Lomba do Pinheiro, na Zona Leste, onde ainda teriam sido agredidos e ameaçados em um matagal.

Ainda segundo o vereador, os criminosos queriam o carro e os cartões dele e do assessor. Em posse dos cartões, os assaltantes teriam ido para uma agência bancária em Viamão. Barboza e seu assessor contaram que conseguiram se soltar e pediram socorro para motoristas que trafegavam na região, mas ninguém parou. Eles conseguiram ajuda em um condomínio da rua Dolores Duran, no bairro Agronomia.

Após ser acionada, a Brigada Militar (BM) fez buscas na região e prendeu quatro suspeitos, dois homens e duas mulheres. Os quatro possuem antecedentes criminais e foram levados para a 2ª Delegacia de Pronto Atendimento, onde foi feito o registro em flagrante.