Porto Alegre

20ºC

Ver a previsão completa

Porto Alegre, sexta-feira, 22 de Setembro de 2017

  • 09/05/2017
  • 10:45
  • Atualização: 10:55

Sentimento é de "indignação" com agentes peninteciários, diz Arthur Maia

Para relator da reforma da Previdência, aposentadoria especial para categoria ficará mais difícil

Segundo Arthur Maia, sentimento no Congresso é de indignação com categoria | Foto: Marcelo Camargo / ABr / CP

Segundo Arthur Maia, sentimento no Congresso é de indignação com categoria | Foto: Marcelo Camargo / ABr / CP

  • Comentários
  • AE

O relator da Previdência, deputado Arthur Oliveira Maia (PPS-BA), previu nesta terça-feira, que, com a invasão da Câmara pelos agentes penitenciários, ficará mais difícil para a categoria conseguir na votação da reforma da Previdência no Plenário aprovar a aposentadoria especial. Na avaliação do relator, o sentimento no Congresso é de "indignação" com os agentes penitenciários.

• Após invasão, Câmara vai restringir entrada de pessoas no prédio

Durante votação da proposta de reforma, mais de cem agentes penitenciários conseguiram burlar a segurança da Câmara e invadiram a sessão da comissão especial que analisa a proposta. Eles se revoltaram porque a categoria ficou de fora do grupo de profissionais que terão aposentadoria especial.

A invasão, que interrompeu a sessão de votação, ocorreu logo após as lideranças do governo terem conseguido a retirada de destaque que dava o benefício para a categoria. Agora, os agentes vão tentar obter a aposentadoria especial na votação do plenário, prevista para o final de maio.