Correio do Povo

Porto Alegre, 2 de Setembro de 2014


Porto Alegre
Agora
15ºC
Amanhã
14º 22º


Faça sua Busca



Esportes > Copa 2014

ImprimirImprimir EnviarEnviar por e-mail Fale com a redaçãoFale com a redação Letra Diminuir letra Aumentar Letra

09/05/2014 16:06 - Atualizado em 09/05/2014 16:36

Prefeitura vai remover 35% do lixo depositado no entorno do Beira-Rio

Executivo sustenta que a limpeza de 23 mil m² da área cabe ao Inter ou à AG

Executivo sustenta que a limpeza de 23 mil quadrados da área cabe ao Inter ou à AG<br /><b>Crédito: </b> Ricardo Giusti
Executivo sustenta que a limpeza de 23 mil quadrados da área cabe ao Inter ou à AG
Crédito: Ricardo Giusti
Executivo sustenta que a limpeza de 23 mil quadrados da área cabe ao Inter ou à AG
Crédito: Ricardo Giusti

Um dia após o impasse sobre a retirada do entulho do entorno do Beira-Rio, a Prefeitura de Porto Alegre confirmou que parte dos resíduos vai ser retirada até sábado. A Secretaria Municipal de Gestão esclareceu que cabe ao Executivo remover apenas 35% dos resíduos depositados em uma área de 36 mil metros quadrados, que abrange o entorno do Beira-Rio. Os outros 65% da área, que equivalem a 23 mil metros quadrados, são de responsabilidade do Inter ou da Andrade Gutierrez, insiste a Prefeitura – ainda que a construtora negue.

As caliças geradas pela demolição de uma casa de passagem, de uma petshop e das estruturas das escolas de samba estão sendo retiradas e serão levadas para um local na Lomba do Pinheiro, conveniado com o Departamento Municipal de Limpeza Urbana (DMLU). As estruturas vieram abaixo depois que o Executivo obteve reintegração de posse das áreas para duplicar a avenida Padre Cacique.

A limpeza do espaço é necessária para que o estacionamento do estádio possa ser ampliado. Com a obra, o total de vagas para carros pula de 900 para 1,4 mil. A Prefeitura já garantiu os recursos, com verba do Ministério do Esporte.

Nessa quinta-feira, o prefeito José Fortunati advertiu o clube e a construtora que caso os resíduos não sejam removidos, a ampliação do estacionamento fica comprometida. A Andrade Gutierrez se eximiu de remover os entulhos. O Inter ainda não se posicionou. O entrave levou o coordenador técnico da Secretaria da Gestão, Rogério Baú, informar que o Executivo pretende entrar com uma ação judicial contra o Inter, caso se esgotem as medidas administrativas para sanar o atraso.

Bookmark and Share

Fonte: Lucas Rivas / Rádio Guaíba





O que você deseja fazer?


Busca

EDIÇÕES ANTERIORES

Acervo de 09 de Junho de 1997 a 30 de Setembro de 2012. Para visualizar edições a partir de 1 de Outubro de 2012, acesse a Versão Digital do Correio do Povo. No menu, acesse “Opções” e clique em “Edições Anteriores”.